Imagem-perfil-raca

Yorkshire Terrier: Corajoso e Independente

Yorkshire Terrier: cuidados, origem e curiosidades

Leais, carinhosos e cheios de energia, os Yorkshires são amados no mundo todo exatamente por serem excelentes companheiros. Apegados à família humana, os cães da raça adoram brincar e ficar perto das pessoas que amam. Por conta do porte pequeno, se adaptam muito bem em apartamentos. Apesar de adorarem um colo, esses bichinhos também precisam se exercitar para se manterem saudáveis. Saiba Mais
Tamanho
Imagem-tamanho-raca

Até 22cm

Peso

2kg - 4kg

Pelagem

Sua pelagem é, sem dúvidas, a principal característica desse pequeno. Seus longos pelos lisos e de tamanho igualado dos dois lados, que é dividida por uma risca que segue das costas até o rabo e pode chegar a arrastar no chão.

Característica
  • Disposição para atividade

  • Respeito ao tutor

  • Intelecto e memória

  • Territorialismo

  • Amor ao tutor

  • Latido

  • Paciência com crianças

  • Receptividade com outros pets

Escolha produtos para seu pet

Clique na imagem abaixo para comprar

Vtex

Qual a origem do cachorro Yorkshire?

O cachorro Yorkshire herdou seu nome da cidade onde foi criado, na Inglaterra, por volta do ano de 1850, em meio à Revolução Industrial. Acredita-se que a raça tenha sido concebida para ajudar na caça de roedores, texugos e outro pequenos animais que espalhavam doenças e invadiam os estoques de alimentos, já que o seu porte pequeno permitia que eles tivessem fácil acesso às tocas.

Especula-se que os simpáticos cãezinhos são resultado do cruzamento de diversos outros Terriers e também do Maltês. Em 1874, a raça reconhecida oficialmente pelo Kennel Clube Britânico e por volta de 1880 a raça chegou aos EUA, onde foi reconhecida pelo American Kennel Club em 1885.

Principais características do Yorkshire Terrier

De porte pequeno, com altura que varia de 18 cm a 22 cm, e pelagem longa e lisa, o Yorkshire Terrier tem orelhas pontudas e olhos escuros e brilhantes, com expressão sempre atenta. O focinho é preto, arredondado e pontudo e, apesar do tamanho, os cães da raça têm muita energia por serem originalmente cães de caça.

Pelagem do Yorkshire Terrier

Uma das principais características do Yorkshire Terrier, a pelagem longa, fina e sedosa é sempre lisa e dividida por uma risca que vai da cabeça até o rabo. Todos os cães da raça têm pelos de cor azul-aço e castanho dourado em tons que variam do mais escuro na raiz até o mais claro nas pontas.

Cuidados com a pelagem do Yorkshire Terrier

Por ser longa e fina, a pelagem do Yorkshire Terrier precisa de escovação diária para se manter saudável, apesar de o animal não soltar muito pelo. Caso contrário, os nós podem se tornar um problema, incomodando o animal.

Os banhos e tosas também precisam ser regulares, já que a pelagem cresce rapidamente e por ser longa também fica suja com facilidade. O ideal é escolher xampus adequados para a pelagem do seu animal, principalmente por conta da regularidade dos banhos, o que pode causar irritação na pele do bichinho. Muitas vezes, os tutores preferem manter seus cãezinhos com a "tosa bebê", em que os pelos são mais curtos e de mais fácil manutenção.

Imagem-raca-meio

Como cuidar de um Yorkshire Terrier?

O Yorkshire Terrier pode apresentar problemas ortopédicos genéticos comuns em raças pequenas, com predisposição à luxação da patela. Além de exames e testes preventivos, evitar que o seu amigo suba e desça muitas escadas e pule de grandes alturas como sofás e camas, por exemplo, podem ser boas dicas para evitar que ele desenvolva o problema.

Por serem cães originalmente criados para a caça, os cães da raça Yorkshire Terrier têm bastante energia e podem ficar agressivos se não a gastam. Esses animais precisam de independência e exercícios constantes, ainda que sejam pequenas atividades, como andar pela casa e fazer passeios curtos. Passar muito tempo parado ou no colo do tutor pode ser um hábito prejudicial para a coluna do animal.

Os dentes do Yorkshire Terrier também precisam de atenção. Além da predisposição para problemas como gengivite e acúmulo de placa bacteriana, os cães da raça podem apresentar “dentição dupla”, quando os dentes permanentes nascem antes que os de leite tenham caído. Caso isso aconteça com o seu amigo, espere até que ele complete um ano e leve o animal a um médico veterinário de confiança para uma avaliação, caso os dentes de leite continuem na boca do animal.

Os animais da raça também podem ter um estômago muito delicado e por conta disso apresentarem problemas gastrointestinais com mais facilidade. É fundamental manter uma alimentação balanceada, com ração de boa qualidade, desenvolvida especificamente para a raça.

Vacinação anual

Para evitar doenças graves, é fundamental vacinar os cães adultos todos os anos. As vacinas V10 ou V8 são importantes para proteger seu Yorkshire Terrier de doenças como cinomose, parvovirose e leptospirose, entre outras. Já a vacina antirrábica imuniza seu cãozinho contra a Raiva, que além de grave para os animais, pode ainda ser transmitida para humanos.

Existem ainda outras vacinas que são úteis para prevenir verminoses, gripes, e outros males que colocam a saúde do seu animal em risco. Consulte seu médico veterinário de confiança para descobrir qual o melhor protocolo de imunização para o seu Yorkshire Terrier.

Entenda porque a vacinar seu animal todos os anos é fundamental - Blog da Cobasi

Além de vacinar o seu Yorkshire Terrier, é necessário ter outros cuidados periódicos com a saúde do animal. A administração dos vermífugos, por exemplo, deve variar de acordo com o tipo do medicamento e a frequência com que seu cãozinho sai de casa. A função deles é eliminar vermes contraídos na rua, nos alimentos e até dentro de casa. Consulte seu médico veterinário para definir a frequência, a dosagem e o vermífugo ideal para seu cachorro.

A administração dos antipulgas e anticarrapatos também é imprescindível e pode ser feita de inúmeras maneiras. Há no mercado coleiras, pipetas, sprays e até medicamentos orais ideais para livrar seu animal das pulgas, carrapatos e mosquitos. Consulte um veterinário de sua confiança para escolher a opção mais adequada para a rotina do seu cachorro. O importante é manter seu Yorkshire Terrier sempre protegido e saudável. Além do incômodo da coceira, esses parasitas podem ocasionar diversas doenças graves. Não arrisque a saúde do seu amigo!

img

Cuidados com os filhotes de Yorkshire Terrier

Ter um filhotinho de Yorkshire Terrier em casa é uma alegria para toda a família, mas exige muitos cuidados. Quando bebês, os cães de todas as raças precisam receber vacinas em um protocolo diferenciado dos adultos. Veja abaixo a orientação:

  • 60 dias de vida: 1ª dose da vacina V10 ou V8;
  • Entre 81 e 90 dias de vida: 2ª dose da V10 ou V8;
  • Entre 111 e 120 dias de vida: 3ª dose da V10 e a dose única da antirrábica.

Atenção! É imprescindível esperar 10 dias após última dose das vacinas, para poder levar seu cachorro para passear na rua em segurança.

Além das vacinas, seu filhote de Yorkshire Terrier precisará também tomar medicamentos para parasitas. Use apenas vermífugos e antipulgas específicos para filhotes e indicados por seu veterinário de confiança.

Como alimentar um filhote de Yorkshire Terrier?

O processo de desmame dos filhotes de cachorro acontece normalmente entre 6 e 8 semanas de vida. Depois disso, o recomendado é que eles passem a ser alimentados de 4 a 5 vezes ao dia. Tal frequência é importante por ajudar na manutenção do nível de glicose no sangue, evitando crises de hipoglicemia para os bebês, que são sempre agitados e gastam muita energia.

A saúde de filhotes de todas as raças é sempre mais vulnerável do que a de cães adultos já que eles estão em fase de desenvolvimento. É muito importante cuidar da alimentação dos Yorkshires Terriers filhotes, para que eles cresçam de maneira saudável e equilibrada, evitando futuros problemas. Rações especiais desenvolvidas para filhotes de raças de pequeno porte são as mais indicadas, não apenas para a manutenção do peso, mas principalmente por oferecerem nutrientes que auxiliam no desenvolvimento dos músculos, ossos e articulações.

Além disso, o tamanho dos grãos de cada tipo de ração também muda conforme as necessidades de cada cachorro. Filhotes são ansiosos e podem engolir grãos sem mastigar, e podem engasgar. Também é importante frisar que não é recomendado alimentar seu cachorro com comida de humanos e é fundamental manter o pote de água sempre ao alcance do bichinho.

Qual a melhor ração para um Yorkshire Terrier?

Cachorros adultos e idosos também precisam de uma alimentação especial de acordo com a sua faixa etária e tamanho, que satisfaça suas necessidades nutricionais específicas. Por isso há diferentes opções de marcas e sabores de ração desenvolvidas para diferentes portes e idades de cachorros.

Os Yorkshires Terriers são animais de pequeno porte, com tendência a problemas gastrointestinais e precisam de uma dieta cuidadosamente balanceada, com ração de qualidade, para manter sempre sua saúde em dia. Você pode consultar o seu veterinário para definir quantidade de ração adequada de acordo com o peso e o tamanho do seu animal.

Rações Premium ou Super Premium são sempre as mais indicadas para todas as raças de cachorros por conta da maior preocupação com os ingredientes e com o valor nutricional. O consumo de rações de maior qualidade resulta em benefícios para a saúde de seu amigo.

img

Comportamento do Yorkshire Terrier

Fofos e extremamente apegados à família humana, os cachorros da raça Yorkshire Terrier, são leais e muito carinhosos com os tutores. Excelentes companheiros, eles adoram estar sempre perto dos humanos, brincando e recebendo carinhos, e amam um colo. Porém, por serem muito ativos, os cães da raça precisam de uma rotina diária de exercícios e de um espaço para correr.

Ótimos para famílias que vivem em apartamentos por conta do porte pequeno, os Yorkshires são bastante inteligentes e se dão bem com todos os membros da família, incluindo as crianças e outros animais pequenos. Sensíveis, eles gostam de ser o centro das atenções, são protetores, e estão sempre alertas, latindo sempre que acreditam que o tutor possa estar em perigo ou querem avisá-lo de algo. Corajosos, eles às vezes perdem a noção do próprio tamanho quando o assunto é defender quem se ama!

O Yorkshire Terrier é bom com crianças?

Brincalhão, animado e carinhoso, o Yorkshire Terrier é ótimo com crianças e costuma gostar bastante delas. Porém é importante supervisionar as brincadeiras, porque apesar de ser um bom companheiro para os pequenos, é importante que eles saibam se relacionar com ele de maneira educada e sem machucar o animal, que tem porte pequeno e é delicado, e pode reagir mal e até mesmo morder se for machucado.

Adestramento do Yorkshire Terrier

O Yorkshire Terrier ocupa a 27º posição do ranking de inteligência canina no livro "A Inteligência dos Cães" de Stanley Coren. Inteligentes, curiosos e cheios de disposição, os cães da raça precisam entender desde cedo quem manda na casa para não desenvolverem comportamentos inadequados.

Quando bem adestrados, os Yorkshires não dão muito trabalho e, apesar de serem um pouco teimosos, costumam obedecer aos tutores por conta do amor e da lealdade. É fundamental que o adestramento seja sempre feito com reforços positivos, e com a presença dos tutores, já que esse pequeno é um animal bastante sensível.

img

Como é o Yorkshire Terrier em casa?

Por conta do porte pequeno, o Yorkshire Terrier é uma das raças mais procuradas por quem vive em apartamentos. Cheio de disposição, esse bichinho precisa ter atividades para se manter ocupado e não se tornar destrutivo. Apegados à família humana, os cães da raça gostam de ter alguém sempre por perto e, caso seja necessário deixá-lo sozinho por algum tempo, é importante tomar cuidados como verificar a ração e água, e retirar do alcance do animal objetos que possam ser perigosos, como produtos de limpeza e objetos cortantes, entre outros, já que ele vai se distrair "caçando" coisas pela casa.

Melhores brinquedos para o Yorkshire Terrier

Os Yorkshires são brincalhões por natureza e os brinquedos podem ser muito eficazes para ajudá-los a gastar energia, evitar o tédio, desenvolver a inteligência e fortalecer a relação com o tutor. Os brinquedos também ajudam a evitar que seu cachorro morda móveis, chinelos e almofadas quando estiver brincando de caçar.

Cordas e brinquedos de morder com sons e que quicam são bastante indicados para a raça. Além disso, os cães da raça também podem se entreter quebra-cabeças para cachorros, jogos interativos e brinquedos recheados de petiscos, que oferecem recompensas pelo esforço e os mantém entretidos.

Amado em inúmeros países, o Yorkshire Terrier está entre as dez raças mais populares do mundo. Cães da raça foram os escolhidos para fazer companhia a celebridades como Britney Spears, Xuxa, Gisele Bündchen e Audrey Hepburn, além do ex-presidente americano Nixon.

No cinema, cães da raça fizeram sucesso em alguns filmes como “Um Peixe chamado Wanda”, “Entrando Numa Fria Maior Ainda”, "High School Musical" e "Cinderela em Paris".

Outra curiosidade é o fato de o Yorkshire Terrier ser um exímio nadador. O ideal é que aos poucos o tutor o coloque na água para que ele desenvolva suas habilidades aquáticas naturais e ele irá se divertir muito. Só não o deixe ficar sozinho na piscina, principalmente se estiver frio. O Yorkshire não se dá muito bem com baixas temperaturas.

Voltar ao topo