Imagem-perfil-raca

Border Collie: inteligente e ativo

Border Collie: origem, cuidados e curiosidades

Primeiro colocado no Ranking de Inteligência Canina de Stanley Cohen, o Border Collie é também alegre e brincalhão. Companheiro e fiel ao tutor, esse cachorro ama correr, passear e estar sempre perto de sua família humana. Cheio de energia e sempre pronto para todas as atividades, vive em busca de novos desafios e é uma ótima escolha para quem quer um animal mais agitado.Saiba Mais
Tamanho
Imagem-tamanho-raca

46cm a 56cm

Peso

13kg e 20kg

Pelagem

Densa, lisa e de textura média que pode ser moderadamente longa ou curta. As cores da raça podem variar, mas a predominância são os Border Collie preto com manchas brancas pelo corpo .

Característica
  • Disposição para atividade

  • Respeito ao tutor

  • Intelecto e memória

  • Territorialismo

  • Amor ao tutor

  • Latido

  • Paciência com crianças

  • Receptividade com outros pets

Escolha produtos para seu pet

Clique na imagem abaixo para comprar

coleção prod

Origem do Border Collie

Originário da Grã-Bretanha, o cão Border Collie era muito utilizado como pastor de ovelhas pelos fazendeiros locais por conta de sua alta resistência. Capaz de andar facilmente por mais de 50 quilômetros em um único dia em terrenos irregulares, mesmo nos dias mais frios, esse cachorro se destacava por realizar o pastoreio apenas cercando agilmente o rebanho, sem precisar latir muito. Apesar de existirem registros de sua existência datados do século de XVI, somente em 1925, o nome Border Collie foi oficialmente registrado, com nome que faz referência às fronteiras inglesas e escocesas, onde a raça foi desenvolvida.   Além do talento como pastor, os cães da raça também fizeram muito sucesso em campeonatos de obediência. Os primeiros Border Collies desembarcaram na América ainda no século XIX e foram bastante usados em fazendas de ovelhas no oeste norte-americano.  Ainda assim, apenas em 1995 o American Kennel Club reconheceu a raça e o Border Collie pode entrar oficialmente no círculo de exposições.

Principais características do Border Collie

Com porte atlético, o Border Collie tem o tronco ligeiramente mais longo que a altura, focinho afilado, cauda peluda e orelhas em pé, mas com a ponta dobrada. De tamanho médio, eles têm olhos são bem separados e de tamanho médio, que conferem ao cão sua famosa expressão atenta e inteligente. 

Pelagem do Border Collie

Esses lindos animais podem ter a pelagem longa ou mais curta, porém sempre densa e de textura média, o que o protege bastante de temperaturas mais frias. O Border Collie existe em uma vasta variedade de cores, por isso, é possível encontrar:

• Border Collie tricolor

• Border Collie marrom

• Border Collie preto

• Border Collie branco

• Border Collie vermelho

• Border Collie preto e branco

• Border Collie preto e cinza

• Border Collie merle

Cuidados com a pelagem do Border Collie

Por serem cachorros originários de locais de baixa temperatura, o Border Collie tem pelagem muito densa e tende a soltar muitos pelos quando vive em lugares mais quentes, como o Brasil. Por isso, é importante escovar o seu animal com frequência para a retirada dos pelos mortos.  A escovação diária é a melhor maneira de deixar os pelos do seu amigo brilhantes e sedosos, e evitar incômodos para ele. 

A frequência de banhos para o Border Collie pode variar, dependendo muito da rotina do seu cachorro. De qualquer forma, esse animal não demanda tantos cuidados com sua higiene, se os ambientes onde vivem estão sempre higienizados. Exagerar nos banhos dos animais da raça pode irritar sua pele. Vale lembrar que é importante usar sempre shampoos para cachorro e produtos de higiene adequados para a pelagem do seu animal. 

Os cuidados com o banho valem para outras raças, como mini collie, por exemplo.
Imagem-raca-meio

Como cuidar do Border Collie?

Os cães da raça Border Collie são mais saudáveis e equilibrados quando praticam atividades físicas diariamente para gastar toda a energia que têm acumulada. Porém, exatamente por serem muito ativos, é preciso se manter atento para possíveis problemas de displasia do quadril, doenças nas articulações e osteocondrose canina. Tais doenças causam dores e desconforto que possivelmente farão o pet começar a mancar. Ao primeiro sinal de problemas, leve seu animal ao veterinário. 

Os olhos do Border Collie também precisam de atenção. A raça tem tendência a desenvolver atrofia progressiva de retina e a doença de origem genética Collie Eye Anomaly. Por isso é indicado que seu animal faça visitas frequentes ao veterinário e seja observado de perto para evitar complicações.

Importância da vacinação anual

Para evitar doenças graves, é necessário vacinar cães adultos anualmente. As vacinas V10 ou V8 são importantes para proteger seu Border Collie de doenças, como cinomose, parvovirose e leptospirose, entre outras. A vacina Antirrábica imuniza seu cãozinho contra a Raiva. Além de grave para os animais, a doença pode ainda ser transmitida para humanos.

Existem também algumas outras vacinas para prevenir verminoses, gripes, entre outros males que colocam a saúde do seu cachorro em risco. Consulte seu médico veterinário de confiança para descobrir qual o melhor protocolo de imunização para o seu amigo.

Entenda porque a vacinar seu animal todos os anos é fundamental.

Vermífugos e antipulgas

Além de vacinar o seu cachorro anualmente, existem outros cuidados periódicos com a saúde do animal que devem receber sua atenção. A necessidade de administração dos vermífugos varia de acordo com o tipo do medicamento e a frequência com que seu cãozinho sai de casa. A função deles é eliminar vermes que são contraídos na rua, nos alimentos e até dentro de casa. Consulte seu médico veterinário para definir a periodicidade, a dosagem e o vermífugo ideal para seu Border Collie.

A administração dos antipulgas e anticarrapatos também é muito importante e pode ser feita de inúmeras maneiras. Existem coleiras, pipetas, sprays e até medicamentos orais para livrar seu animal das pulgas, carrapatos e mosquitos. Converse sempre com um veterinário de sua confiança para escolher a opção que mais adequada para a rotina do seu cachorro. O importante é manter seu Border Collie sempre protegido e saudável. Além do incômodo da coceira, esses parasitas podem ocasionar diversas doenças graves. Não vale a pena arriscar!

Imagem-raca-2

Cuidados com os filhotes

Ter um filhotinho em casa é sempre uma alegria, mas exige muitos cuidados. Quando bebês, os cães de todas as raças precisam receber vacinas em um protocolo diferenciado dos adultos.

Veja abaixo a orientação:

60 dias de vida: primeira dose da vacina V10 ou V8

Entre 81 e 90 dias de vida: segunda dose da V10 ou V8

Entre 111 e 120 dias de vida: terceira dose da V10 e a dose única de Antirrábica

Atenção! É imprescindível esperar 10 dias após última dose das vacinas, para poder levar seu cachorro para passear na rua em segurança.

Além da imunização, seu filhote de Border Collie precisará de medicamentos para parasitas. Use apenas vermífugos e antipulgas feitos especificamente para filhotes e indicados por seu veterinário de confiança.

Como alimentar um filhote de Border Collie?

Após o processo de desmame dos filhotes de cachorro, que acontece entre 6 e 8 semanas de vida, o recomendado é que eles passem a ser alimentados de 4 a 5 vezes ao dia. Essa frequência ajuda na manutenção do nível de glicose no sangue, evitando crises de hipoglicemia para os bebês, que são sempre agitados e gastam muita energia. 

A saúde dos filhotes é mais vulnerável do que a de cães adultos por eles estarem em fase de desenvolvimento. É muito importante cuidar da alimentação do Border Collie filhote, para que ele tenha um crescimento saudável e equilibrado, evitando futuros problemas. As rações especiais desenvolvidas para filhotes de raças grandes são as mais indicadas, não apenas para a manutenção do peso, mas principalmente por oferecerem nutrientes que auxiliam no desenvolvimento dos músculos, ossos e articulações.

Além disso, o tamanho dos grãos de cada tipo de ração também varia de acordo com as necessidades de cada cachorro. Filhotes são ansiosos e podem engolir grãos muito pequenos sem mastigar, prejudicando o processo de digestão. E lembre-se: não é recomendado alimentar seu cachorro com comida de humanos e é fundamental manter o pote de água sempre ao alcance do bichinho. 

Qual a melhor ração para o Border Collie?

Cachorros adultos e idosos também precisam de uma ração especial desenvolvida para sua faixa etária e tamanho, que satisfaça suas necessidades nutricionais específicas. Por isso estão disponíveis no mercado diferentes opções de marcas e sabores de alimentos desenvolvidas para diferentes portes e idades de cachorros. 

Os Border Collies são animais de médio a grande porte que costumam gastar muita energia, e precisam de uma dieta cuidadosamente balanceada, para manter sempre sua saúde em dia. Você pode consultar o seu veterinário para definir quantidade de ração adequada de acordo com o peso e o tamanho do seu animal.  

Rações Premium ou Super Premuim são as mais indicadas para todas as raças de cachorros por conta da maior preocupação com os ingredientes e com o valor nutricional. Por oferecerem maior qualidade, seu consumo resulta em benefícios para a saúde de seu amigo. 

Foto Border Collie 3

Comportamento do Border Collie

Não é à toa que o Border Collie é um dos cachorros mais populares entre as famílias brasileiras. Além de serem surpreendentemente inteligentes, os cães da raça são muito amáveis, alegres e brincalhões. Cheios de energia, eles adoram fazer longas caminhadas, brincadeiras ao ar livre e acompanhar os tutores em suas aventuras. 

Apesar de sua personalidade independente, o Border Collie é muito apegado à família humana, ama receber carinho e pode ficar ansioso se sentir sozinho ou abandonado. Fiel, esse cãozinho é bastante protetor em relação aos tutores e ao seu território. Por conta do instinto de cão de pastoreio, o cão da raça vive sempre atento e o ideal é que ele seja acostumado desde pequeno a conviver com outros animais e pessoas para se tornar sociável. Caso contrário, para defender seu espaço e seus tutores, ele pode causar problemas com estranhos. 

O Border Collie gosta de crianças?

O Border Collie é um ótimo cão para convivência com crianças mais crescidinhas. Obediente e brincalhão, o cachorro da raça adora gastar energia ao lado dos pequenos de sua família. É preciso apenas ficar atento com o instinto de pastorear crianças muito novas, o que pode ser facilmente resolvido quando o animal é adestrado desde cedo. 

Adestramento do Border Collie

Por ser muito inteligente e obediente, o Border Collie é facilmente adestrável. É recomendado que os treinamentos tenham início desde a infância, para ajudar no processo de socialização do seu cachorro com outros animais e pessoas. Com estímulos positivos, atividades que remetam aos trabalhos como pastor e desafios que instiguem sua alta capacidade de entendimento, seu cachorro aprenderá rapidinho a obedecer a todos os comandos. 

Foto Border Collie 4

Como é o Border Collie em casa?

Por conta de sua origem de cão de pastoreio, esse animal não gosta de se sentir preso, sem companhia e sem uma rotina de exercícios, podendo inclusive se tornar destrutivo caso isso aconteça. Portanto, o ideal é que ele viva em casas com quintais ou espaço para ele gastar energia, ou que os tutores o levem para brincar e passear ao ar livre constantemente. Inteligentes e ativos, os Border Collies são cães acostumados ao trabalho e precisam ter sua mente e corpo desafiados com atividades constantes para não ficarem entediados, ansiosos e tristes

Melhores brinquedos para o Border Collie

O Border Collie adora correr atrás de qualquer coisa (incluindo carros e motos, cuidado!), portanto bolas, discos e bumerangues são excelentes opções de brinquedos para que eles possam perseguir durante as atividades ao ar livre, sempre em locais apropriados para isso.


Para exercitar a inteligência acima da média, jogos interativos também são uma ótima distração. Eles também gostam muito de procurar objetos pela casa, portanto, tenha muitos brinquedos de borracha e pelúcias que ele possa buscar para se divertir.

O cão mais inteligente do mundo

Que o Border Collie ocupa o primeiro lugar no Ranking de Inteligência Canina desenvolvido pelo americano Stanley Coren você já sabe. Graças a isso, eles são facilmente adestráveis e se tornaram excelentes atores de cinema, estrelando filmes como "Um Ano do Cão", "O Anjo Cachorro", "Superando o Passado", "Mato Sem Cachorro", "Um Hotel para Cachorros" e "Babe, o Porquinho Atrapalhado", entre muitos outros.


Um animal dessa raça é o cachorro que detém o Recorde Mundial do Guinness na categoria Fastest Car Window Opened by a Dog, ou Striker, um cão que vive na Hungria, abriu a janela de um carro em 11,34 segundos. Vale ressaltar que a janela não era elétrica e sim manual!

Voltar ao topo