Imagem-perfil-raca

Pastor Alemão: curioso e obediente

Pastor Alemão: origem, cuidados e curiosidades

Dócil, fiel e companheiro, o Pastor Alemão é altamente protetor de seus tutores. Cheio de disposição é um cão que vai necessitar de muitos exercícios e atividades que envolvam o desenvolvimento de suas habilidades e inteligência. O adestramento e a socialização com crianças e outros pets são necessários desde filhote. Com porte grande e bastante energia, os Pastores Alemães precisam de espaço para brincadeiras e as atividades motoras e mentais devem ser constantes. Saiba Mais
Tamanho
img meio

55cm - 65cm

Peso

Pelagem

Seu pelo pode ser longo ou curto, com subpelo, de cores predominantemente preta e marrom (castanho) ou tons de cinza.

Característica
  • Disposição para atividade

  • Respeito ao tutor

  • Intelecto e memória

  • Territorialismo

  • Amor ao tutor

  • Latido

  • Paciência com crianças

  • Receptividade com outros pets

Escolha produtos para seu pet

Clique na imagem abaixo para comprar

vtex

Origem do Pastor Alemão

Segundo a documentação oficial da Sociedade do Cão Pastor Alemão (Vereins für Deutsche Schäferhunde - SV - e V.), com sede em Augsburg, na Alemanha, o Pastor Alemão foi reconhecido na primeira Assembleia Geral, em Frankfurt Main, em 20 de Setembro de 1899.

Com o início de sua criação em 1899, a raça foi desenvolvida a partir de cães pastores simultaneamente existentes nas Alemanhas central e do sul com a finalidade de criar um cão de trabalho que fosse forte, inteligente e bom em receber ordens.

Mesmo com seu reconhecimento datado do século XVIII, registros datados do século XII, relatam que existia um cão bastante similar, só que com pelagem clara. No início do século XX o cão criado por Von Stephanitz já estava sendo utilizado em serviços policiais e militares, inclusive durante a Primeira Guerra Mundial.

No período da guerra, foram esses cães que atuaram como mensageiros, batedores, carregadores e sentinelas. Com o reconhecimento de suas habilidades, logo o cão foi exportado para os Estados Unidos e Reino Unido. Por sua associação direta com a Alemanha, a American Kennel Club (AKC) resolveu alterar o nome da raça para Cão Pastor. Os britânicos seguiram a mesma onda e resolveram chamá-lo de Lobo da Alsácia.

Algum tempo depois, a raça voltou a ser chamada de Pastor Alemão em todo o mundo. Ganhou notoriedade e respeito, além do carinho e admiração de muitos criadores e famílias inteiras.

Principais características do Pastor Alemão

Com bastante energia e fidelidade, o Pastor Alemão é grande, forte, ágil e tem uma mordida bastante forte. Tanto que costuma ser utilizado com cão de guarda, tendo seu corpo bem proporcional em tamanho.

O focinho é pontudo e o dorso nivelado, musculoso, que segue em uma cauda peluda e curvada. Sua pelagem é espessa e pode ser curta ou longa.

Pelagem do Pastor Alemão

Podendo ter pelo curto ou longo, o Pastor Alemão é um cão que tem uma camada dupla de pelo, com subpelo. Esse subpelo o protege de mudanças de temperatura e ambientes. A variação de pelo longo é um pouco menos conhecida. Nesse exemplar, a pelagem pode atingir em comprimento, cerca de 5 a 10 centímetros, em cores variadas.

A variação de cores pode ser entre tons de marrom, cinza, castanhas ou pretas. As costas e seu focinho sempre terão a cor preta independentemente do restante do corpo.

Cuidados com a pelagem do Pastor Alemão

O Pastor Alemão deve ser escovado sempre. Com pelo longo ou curto, o cão desta raça perde uma grande quantidade de pelos e o acúmulo pode causar muita sujeira. A escovação deve ser realizada ao menos três vezes por semana. A escova deve ser macia e capaz de remover todo o pelo morto. Limpo e sem cheiro forte, o Pastor Alemão precisa de banho somente se estiver muito sujo ou uma vez por mês, ao menos.
Imagem-raca-meio

Como cuidar de um Pastor Alemão?

Com saúde boa o Pastor Alemão pode ter, com o passar do tempo, displasia coxofemoral. Trata-se de má-formação genética da articulação do quadril e pode causar ao cão muita dor e incômodo, o deixando muitas vezes sem possibilidades de locomoção e prática de atividades físicas.

Outro ponto a ser observado é a displasia do cotovelo. Similar à displasia coxofemoral, afeta a articulação do cotovelo. Os cães desta raça podem sofrer de Mielopatia Degenerativa, uma doença crônica degenerativa grave que afeta a medula espinhal. Sem tratamento cirúrgico, se o seu cão apresentar a doença, precisará de tratamento clínico, fisioterapia, dieta e a constante administração de anti-inflamatórios.

Mantenha-se sempre atento a qualquer sinal de desconforto de seu amigo!

Com facilidade para ter otite a raça precisa receber um cuidado especial com a limpeza das orelhas e ouvidos. Além disso, seus ouvidos também são bem sensíveis. A limpeza deve ser feita com algodão e produtos específicos. Como todas as outras raças, consultas periódicas ao veterinário aumentam sua qualidade de vida.

Cuidado para não sair no sol escaldante com seu cão. Passeios são recomendados no início da manhã e no final da tarde. Vale andar diariamente por aproximadamente uma hora com seu Pastor Alemão.

Vacinação anual

Para evitar doenças graves, é necessário vacinar cães adultos anualmente. As vacinas V10 ou V8 são importantes para proteger seu Pastor Alemão de doenças como cinomose, parvovirose e leptospirose, entre outras. A vacina Antirrábica imuniza seu cãozinho contra a raiva. Além de grave para os animais, a doença pode ainda ser transmitida para humanos.

Existem também algumas outras vacinas para prevenir verminoses, gripes, entre outros males que colocam a saúde do seu cachorro em risco. Consulte seu médico veterinário de confiança para descobrir qual o melhor protocolo de imunização para o seu amigo.

Vermífugos e antipulgas

Além de vacinar o seu cachorro, existem outros cuidados periódicos com a saúde do animal que devem receber sua atenção. A administração dos vermífugos varia de acordo com o tipo do medicamento e a frequência com que seu cãozinho sai de casa. A função deles é eliminar vermes que são contraídos na rua, nos alimentos e até dentro de casa. Consulte seu médico veterinário para definir a frequência, a dosagem e o vermífugo ideal para seu Pastor Alemão.

A administração de antipulgas e anticarrapatos também é muito importante e pode ser feita de inúmeras maneiras. Existem coleiras, pipetas, sprays e até medicamentos orais para livrar seu animal das pulgas, carrapatos e mosquitos. Converse sempre com um veterinário de sua confiança para escolher a opção que mais se adequa à rotina do seu cachorro. O importante é manter seu pequinês sempre protegido e saudável. Além do incômodo da coceira, esses parasitas podem ocasionar diversas doenças graves. Não vale a pena arriscar!
Filhote - Foto

Cuidados com os filhotes de Pastor Alemão

Ter um filhotinho em casa é sempre uma alegria, mas exige muitos cuidados. Quando bebês, os cães de todas as raças precisam receber vacinas em um protocolo diferenciado dos adultos.

Aos 60 dias de vida o pet deve ser imunizado com a primeira dose da vacina V10 ou V8. Entre 81 e 90 dias de vida, com a segunda. Entre 111 e 120 dias de vida ele deve receber a terceira dose da V10 e a dose única de antirrábica. Mas não é por isso que ele já pode sair passeando por aí! É imprescindível esperar 10 dias após a última dose das vacinas, para poder levar seu cachorro para passear na rua em segurança.

Além da imunização, seu filhote de pequinês precisará de medicamentos para parasitas. Use apenas vermífugos e antipulgas feitos especificamente para filhotes e indicados por seu veterinário de confiança.

Como alimentar um filhote de Pastor Alemão?

Qual a melhor ração para o Pastor Alemão?

Cachorros adultos e idosos também precisam de uma especial desenvolvida para sua faixa etária e tamanho, que satisfaça suas necessidades nutricionais específicas. Por isso, estão disponíveis no mercado diferentes opções de marcas e sabores de ração desenvolvidas para diferentes portes e idades de cachorros.

Os Pastores Alemães são animais de médio a grande porte, e precisam de uma dieta cuidadosamente balanceada, para manter sempre sua saúde em dia. Você pode consultar o seu veterinário para definir quantidade de ração adequada de acordo com o peso e o tamanho do seu animal.

Rações Premium ou Super Premuim são as mais indicadas para todas as raças de cachorros por conta da maior preocupação com os ingredientes e com o valor nutricional. Por oferecerem maior qualidade, seu consumo resulta em benefícios para a saúde de seu amigo.
Comportamento - Foto

Comportamento do Pastor Alemão

Sem a necessidade de cuidados exclusivos, o Pastor Alemão é muito ligado aos seus tutores e pessoas que convivem com ele diariamente. Protetor por instinto e com inteligência de sobra, se socializado desde cedo, o cão pode ter uma vida longa e feliz. Corajosos e extremamente defensores de sua família humana, os cães desta raça não aceitam facilmente a presença de pessoas estranhas. No entanto, quando estão habituados com a socialização, tendem a aprender rapidamente em quem confiar. Por isso, o treinamento é indispensável para que haja equilíbrio e tranquilidade em sua criação e convivência.

Brincalhões e ativos, precisam de bastante espaço para gastar sua energia. Portanto, não são recomendados para apartamentos e residências pequenas. Deixá-lo confinado pode aumentar a chance de os comportamentos desenvolvidos serem desagradáveis, agressivos e muito possessivos.

Muitas pessoas têm medo do Pastor Alemão. O fato, se deve à sua imponência corporal. É preciso ficar atento porque os cães desta raça estão sempre prontos a proteger quem cuida deles. Se eles sentirem que algo está para acontecer a um dos seus tutores, podem atacar, simplesmente por defesa ou proteção.

O temperamento de um Pastor Alemão está diretamente ligado à maneira como é criado e adestrado. O estímulo constante a brincadeiras, passeios e coisas que o façam gastar sua energia e treinar sua mente é fortemente recomendado.

Adestramento do Pastor Alemão

Com inteligência de sobra o Pastor Alemão deve ser adestrado desde pequeno para que comportamentos indesejados ou agressivos derivados de seu instinto protetor sejam evitados. Exatamente porque essa inteligência pode ser usada tanto para o bem quanto para o mal. E vamos combinar que ninguém deseja um cão agressivo, não é mesmo?

Logo, aos dois meses é possível submetê-lo ao adestramento, sempre com reforço positivo, com um especialista. A participação dos tutores no treinamento é recomendada para que ele não se sinta sozinho ou ainda para reforçar que aqueles comandos que está aprendendo também podem ser dados por seus tutores e pessoas que convivam com ele. Por isso, repetir em alguns momentos do dia o que ele aprendeu com o adestrador facilita o gasto de energia e o entendimento de obediência.

Fiéis e amigos de seus tutores, eles precisam ser devidamente recompensados durante o aprendizado. Assim, petiscos saborosos, carinho e muito reforço positivo colaboram com a docilidade do cão.

Mesmo se seu filhote estiver um pouco mais teimoso que o normal, não desista de adestrá-lo. Alguns exemplares podem ser (assim como o ser-humano) um pouco mais difíceis de obedecer. Com calma e paciência, tudo se resolve. Comandos curtos e muito carinho podem ajudar ao tutor a cumprir essa missão de educá-lo junto ao adestrador.

Como é o Pastor Alemão em casa?

Ativos, brincalhões e protetores, os cães da raça Pastor Alemão se dão bem em casa, desde que atividades sejam impostas a ele com frequência. Por isso, devem ser treinados e devem estar sempre sob supervisão. Por ser um cão de porte grande, brincadeiras com crianças, por exemplo, podem machucá-las, mesmo que o cão não esteja com essa intenção.

Os Pastores Alemães devem ser socializados com humanos e outros animais desde filhotes. Se confinados, podem desenvolver comportamentos agressivos e destrutivos. Por isso, é essencial que ele seja criado em um local com espaço para correr, brincar e ter sua liberdade de cuidar da casa. Tudo para que não se tornem cães tristes e mal-humorados.
Brinquedo - Foto

Melhores brinquedos para o Pastor Alemão

O estímulo cerebral e desenvolvimento cognitivo do Pastor Alemão podem ser extremamente aguçados com o uso dos brinquedos. Além disso, brincadeiras fazem parte de seu treinamento e ainda o tiram do tédio (o que pode levar a comportamentos negativos, como a destruição de objetos, móveis e até o desenvolvimento de agressividade).

Brinquedos que o levem a mastigar também ajudam no exercício de sua mandíbula. Mas não se engane: justamente pela força mandibular do cão é sempre necessário que esses brinquedos sejam bem resistentes. Portanto, esqueça os brinquedos de pelúcia ou borracha (muito moles).

No entanto, com o uso de brinquedos firmes, mesmo que feitos de borracha, com tamanhos diferentes, pode ser uma opção bem saudável para o seu Pastor. Fique atento para que o brinquedo não caiba inteiramente na boca de seu cão, uma vez que ele pode se engasgar ou ainda o destruir rapidamente.

Peças com cordas próprias para sua mordedura são muito indicadas. Afinal, o Pastor Alemão é um cão que adora brincadeiras de cabo de guerra ou ainda que o façam correr atrás do brinquedo. É preciso ficar atento somente à qualidade e espessura das cordas, uma vez que, se muito finas ou mais fáceis de serem destruídas, podem ter suas partes engolidas e até asfixiar o cão. Bolinhas também são opções a serem consideradas. Por necessitar constantemente de trabalho, o Kong é um dos brinquedos indicados, uma vez que o faz raciocinar para buscar alimentos dentro do objeto.

Curiosidades sobre o Pastor Alemão

Os cães da raça Pastor Alemão são muito inteligentes e ocupam a terceira posição no Ranking de Inteligência Canina, feito por Stanley Coren. Com facilidade para aprender e obedecer a comandos, são cães considerados de trabalho. Agem como mensageiros, farejadores, carregadores, bem como no auxílio à Polícia e aos Bombeiros.

Durante a Primeira Guerra Mundial, inclusive, foram ativamente utilizados em diversas ações de proteção e guarda, além de ser mensageiro da Cruz Vermelha, com grande trabalho para resgate dos soldados machucados.

Pastores Alemães são ótimos atores, já apareceram muitas vezes na TV e foram estrelas de cinema em filmes como em “K-9: um policial bom pra cachorro”, “Rin-Tin-Tin” e “Inspetor Max”.
Voltar ao topo