Imagem-perfil-raca
Dogue Alemão

Dogue Alemão: cuidados, origem e curiosidades

Um cachorro que não tem noção do seu tamanho, o Dogue Alemão é muito doce e sensível com seus tutores. Esse cachorro é calmo, carinhoso e bastante elegante. Conhecido também como cão dinamarquês, o Dogue Alemão é um dos maiores do mundo, mas sua força e imponência jamais são usadas com agressividade. Saiba Mais
Tamanho
Imagem-tamanho-raca

72cm a 90cm

Peso

50kg a 90kg

Pelagem

Curta, com fios espessos, lisos, bem assentados, brilhantes. As cores podem ser: dourado, tigrado, arlequim (branco com manchas pretas, ou cinza com manchas pretas), preto e azul (com manchas brancas no peito e nas patas).

Característica
  • Disposição para atividade

  • Respeito ao tutor

  • Intelecto e memória

  • Territorialismo

  • Amor ao tutor

  • Latido

  • Paciência com crianças

  • Receptividade com outros pets

Escolha produtos para seu pet

Clique na imagem abaixo para comprar

Colecao Vtex

Origem do cão Dogue Alemão

Segundo os especialistas, os antigos bullenbeisser, uma extinta raça alemã de cachorros, seriam um dos principais ancestrais do cão Dogue Alemão, juntamente com os molossos. Há registros de desenhos de cachorros semelhantes ao Dogue Alemão em templos da Babilônia no ano de 3.000 antes de Cristo, e a comercialização desses cães pelos assírios fez com que se espalhassem por todo o mundo.

Com o tempo surgiram várias contradições envolvendo a origem do Dogue Alemão, mas o que se sabe é que o cão, como conhecemos hoje, é descendente de uma série de cruzamentos com outras raças, feitos para aprimorar os animais que seriam usados na caça a javalis, lobos e ursos. O Dogue Alemão participou da primeira exposição de cachorros do mundo, no ano de 1863, na cidade alemã de Hamburgo, e anos depois foi fundado o clube oficial de criadores da raça.

Pelagem do Dogue Alemão

Os pelos do Dogue Alemão são bem curtinhos e lisos, espessos e brilhantes. As variações de cor são o principal diferencial de um cachorro para o outro, e podem ocorrer das seguintes maneiras:

  • Pelagem dourada: pode ser de tons claros até bem escuros, e a face do cachorro pode ser preta.
  • Tigrado: o fundo da pelagem é dourado, podendo variar do claro ao escuro, com manchas pretas, uniformes e bem definidas; a face do cachorro pode ser preta.
  • Dogue alemão arlequim: o fundo da pelagem é branco, e todo o corpo do cachorro pode ter manchas pretas brilhantes e bem distribuídas. No caso da pelagem merle, o fundo da pelagem é cinza e as manchas são pretas.
  • Dogue alemão preto: pelagem de cor profunda e uniforme no corpo todo; o peito e as patas podem ter manchas brancas.
  • Azul: pelagem na cor azul aço puro; as patas e o peito do cão podem ter manchas brancas.

Por mais que os pelos do Dogue Alemão sejam curtinhos, a queda é bastante intensa. O ideal é fazer sessões de escovação para remover os pelos mortos de duas a três vezes na semana. Torne esse cuidado diário sempre que for percebida uma queda mais intensificada, o que costuma acontecer na primavera e no outono.

Como cuidar do Dogue Alemão

O Dogue Alemão é um cachorro de porte grande ou gigante. Por isso, os principais problemas de saúde apresentados estão muito mais ligados ao seu tamanho do que à raça propriamente dita, que é considerada bastante saudável e resistente.

Os exercícios diários são fundamentais para fortalecer a musculatura e as articulações do dogue alemão, que precisa ser bastante forte para suportar o seu peso. Essa rotina de atividades físicas também contribui para a manutenção do cachorro dentro da faixa de peso ideal, o que é ainda mais importante nos cães grandes e gigantes, pois o excesso de peso pode demorar mais tempo para ser observado.

O Dogue Alemão tem uma tendência a ter a chamada torção gástrica, que é um problema de saúde sério e que pode se tornar fatal. A melhor maneira de prevenir isso é não permitindo nem incentivando as atividades físicas e a ingestão de água logo após as refeições, bem como reduzindo o volume de alimento a cada refeição, para que o cão não coma demais.

Manter as consultas com o médico veterinário em dia é fundamental para garantir que o dogue alemão esteja se desenvolvendo bem e que sua saúde esteja em ordem.

Vacinação anual do Dogue Alemão

Todos os anos é necessário que o Dogue Alemão receba as doses indicadas pelo médico veterinário para prevenir doenças graves. As vacinas obrigatórias são a múltipla, também chamada de V8, e a polivalente, chamada de V10. Elas protegem os cães contra doenças potencialmente fatais como a cinomose, a leptospirose e a parvovirose, entre outras.

A vacina antirrábica é fundamental para proteger o dogue alemão da raiva, que além de ser de alto risco para o cachorro é uma zoonose, ou seja, pode ser transmitida para os seres humanos.

Existem outras vacinas que não são obrigatórias mas que são igualmente importantes para proteger e preservar a saúde do Dogue Alemão. Durante as consultas com o médico veterinário é possível falar sobre elas e definir que protocolo de vacinação será adotado para o cão, em conjunto com o profissional de saúde.

Por que a vacinação de cães e gatos é tão importante? - Blog da Cobasi

Imagem-raca-meio

Vermífugos e antipulgas

O Dogue Alemão é um cachorro gigante, que precisa muito de passeios e atividades físicas diárias para se manter saudável, dentro da faixa ideal de peso, e com seus músculos, ossos e articulações fortalecidos. Por isso, os passeios em praças e parques são fundamentais para o bem estar geral do cão.

Proteger o Dogue Alemão de parasitas diversos, como pulgas, carrapatos e ácaros é essencial. A escolha do vermífugo e do antipulgas deve ser feita com base na idade e no peso corporal do cachorro, e de acordo com as orientações do médico veterinário.

Seja qual for o modelo escolhido, é fundamental zelar para que as aplicações estejam em dia, impedindo as chamadas janelas de contaminação, quando o cão fica desprotegido entre uma dosagem e outra do medicamento.

Cuidados com os filhotes de Dogue Alemão

O Dogue Alemão é um cachorro gigante e feito para ficar em ambientes internos, ou seja, ele pode e deve circular no quintal e nas áreas externas da casa, mas deve comer, dormir e descansar do lado de dentro. É muito importante levar isso em consideração antes de decidir por se tornar tutor de um cão dessa raça.

Tendo isso em mente, você vai precisar preparar a casa para a chegada de um filhote de Dogue Alemão. Essa é uma raça muito inteligente e fácil de ser treinada, mas pode provocar acidentes simples e unicamente por não ter noção do seu tamanho. Por isso, retire objetos que possam ser derrubados de cima de mesas e estantes, e abra o maior espaço possível para circulação do filhote.

Prepare um cantinho para o filhotinho dormir, e outros onde ele vai comer e fazer suas necessidades fisiológicas. Para ajudar na adaptação dele, você vai precisar de:

  • casinha para a área externa, protegida do sol e da chuva;
  • caminha ou colchonete, para a área interna;
  • cobertores e roupinhas (o Dogue Alemão sente bastante frio);
  • comedouro e bebedouro;
  • coleira, placa de identificação e guia para os passeios;
  • caixa de transporte;
  • tapete higiênico e produtos de limpeza adequados ao uso veterinário;
  • ração e petiscos;
  • escova para remover pelos mortos;
  • brinquedos.

A ração mais adequada para o seu Dogue Alemão é aquela específica para filhotes, que leva em consideração as necessidades nutricionais do cão em fase de crescimento e desenvolvimento. Na vida adulta, os nutrientes serão outros, então é importante fazer essa transição de maneira adequada.

Com relação aos passeios, aguarde um pouco para levar seu filhote de dogue alemão na rua, pois ele só estará protegido depois de tomar as primeiras vacinas obrigatórias. São elas:

  • 60 dias de vida: 1ª dose da vacina V10 ou V8;
  • Entre 81 e 90 dias de vida: 2ª dose da V10 ou V8;
  • Entre 111 e 120 dias de vida: 3ª dose da V10 e a dose única da antirrábica.

Nesse período, o seu filhote deve ser levado às consultas com o médico veterinário dentro de uma caixa de transporte. Os veterinários costumam autorizar os passeios dos filhotes cerca de 10 dias depois da última dose das vacinas, mas é importante confirmar essa orientação com o profissional escolhido para fazer o acompanhamento do seu filhote.

Como alimentar um filhote de Dogue Alemão?

Os cães costumam ser desmamados entre 6 e 8 semanas de vida. Depois que isso acontece, eles passam a se alimentar de ração, seja ela seca, úmida ou uma combinação das duas. Seja qual for a sua opção de alimento para o seu cachorro, é muito importante que a ração escolhida seja própria para filhotes, devido aos nutrientes específicos para a idade, e também pela carga calórica de cada refeição.

Nessa fase de crescimento os filhotes gastam muita energia, então é preciso oferecer refeições aos cãezinhos de 4 a 5 vezes por dia, para evitar as chamadas crises de hipoglicemia. A hipoglicemia acontece quando os índices de açúcar no sangue se desequilibram, e é tão perigosa que pode levar o filhote à morte.

Para prevenir, pegue a quantidade indicada para consumo diário de ração e distribua ao longo do dia. Você também pode oferecer petiscos ao seu filhotinho, desde que sem exageros.

img

Qual a melhor ração para cachorro Dog alemão?

Você pode oferecer diferentes tipos de ração seca e úmida ao seu cachorro Dog Alemão, desde que sejam de qualidade e apropriadas para a faixa etária do seu cachorro. Experimente marcas e sabores diferentes e descubra junto com o seu cachorro as melhores combinações para vocês.

Não esqueça que é fundamental oferecer rações específicas para filhote até que o cão complete 12 meses, alimentos para cachorro adulto entre 1 e 6 ou 7 anos, e ração para cães idosos depois disso. Caso o seu dogue alemão venha a ser castrado em algum momento, você pode escolher uma ração específica para esse caso também.

Para fazer a troca dos alimentos, aumente gradativamente a quantidade da ração nova e diminua a quantidade da ração que não será mais oferecida ao longo de, pelo menos, uma semana. Assim você dá tempo ao seu Dogue Alemão para se adaptar e consegue observar qualquer mudança de comportamento ou reação indesejada, como alergias e diarreia, por exemplo.

Personalidade e comportamento

Os tutores de Dogue Alemão costumam dizer que esse cachorro não tem noção do seu próprio tamanho e força. Por isso, ainda que seja muito grande e imponente, e que dê até um certo medo em quem não o conhece, o Dogue Alemão não é agressivo nem violento, e chega até a ser meio bobalhão.

Muito afetuoso, tranquilo e equilibrado, é um cachorro bastante receptivo às pessoas desconhecidas e aos outros animais também. O Dogue Alemão é observador, e vai ficar atento a qualquer mudança no ambiente para proteger seus tutores se for preciso, mas de maneira geral não vai causar nenhum problema.

Como é um cão de porte gigante que deve permanecer dentro de casa, o espaço disponível para a sua circulação deve ser bem observado. Estantes e mesas com objetos em cima são um prato cheio para acidentes domésticos, que podem machucar tanto os tutores quanto o cão. Portanto, cuidado!

O Dogue Alemão é inteligente e gosta de agradar, então ensiná-lo as regras da casa não vai ser um problema.

Como adestrar um Dogue Alemão

A melhor maneira de ensinar a um Dogue Alemão o que você espera dele é começando cedo, desde que ele é um filhotinho. Passeios e rotinas de treinamento são ótimos para a socialização do cachorro e para mostrar a ele os limites adequados para os seus movimentos.

Como é um cachorro gigante, pesado e forte, o Dogue Alemão pode machucar alguém sem querer ao pedir carinho, com uma cabeçada mais forte ou pulando sobre as patas de trás. Seja firme e carinhoso ao mostrar que esses excessos não são desejados. Com disciplina e amor, ele vai aprender.

img

O Dogue Alemão late muito?

Não. Esse é um cachorro tranquilo, ponderado e muito silencioso. Inclusive, preste atenção quando um dogue alemão latir, pois será sinal de que algo não vai bem!

O Dogue Alemão vai destruir a casa?

Pode ser que sim. A movimentação do Dogue Alemão, por si só, já tem um grande potencial de destruição se o caminho não estiver livre. Se não for bem educado e treinado, pode demonstrar sua insatisfação e tédio com travessuras proporcionais ao seu tamanho.

Pode parecer bobagem e até óbvio dizer isso, mas lembre-se de que o Dogue Alemão é gigante! Por isso, tudo o que ele fizer de bagunça será em escala, seja uma simples mordidinha nos móveis ou um cocô fora do lugar.

O Dogue Alemão é um bom cachorro para crianças?

Se você tem espaço para crianças e um cão tão grande quanto o Dogue Alemão em casa, aproveite! Eles podem se tornar companheiros inseparáveis e viver muitas aventuras juntos. Apenas lembre-se de deixar um adulto responsável sempre por perto, supervisionando as brincadeiras, para evitar acidentes.

Um Dogue Alemão dificilmente vai machucar alguém, especialmente uma criança, de propósito. Mas ele pode esquecer que é enorme e soltar todo o seu peso em cima de uma criança pequena pedindo carinho. Fique de olho!

img

Curiosidades

Um dos cachorros mais famosos dos desenhos animados foi inspirado em um dogue alemão. Você sabe qual é? Se disse Scooby Doo, acertou em cheio! O companheiro do Salsicha está junto com a turma desvendando vários mistérios assustadores, mas só tem mesmo o porte em comum com um Dogue Alemão de verdade.

Além das cores do Scooby Doo não serem compatíveis com o padrão da raça, o Dogue Alemão não é nada medroso, e colocaria todos os fantasmas para correr ao proteger seus amigos do perigo.

Voltar ao topo