Sarnicida para cachorro

O uso do sarnicida para cachorro correto e de maneira adequada, sem dúvida, é determinante para o sucesso do tratamento do seu pet. Como existem tipos diferentes de sarna, o médico-veterinário precisa avaliar o cãozinho para reconhecer qual é a que o seu cão tem, para depois prescrever um tratamento adequado. Vamos falar mais sobre cada tipo de sarna adiante, suas características, sintomas e tratamento. Continue com a gente até o final da leitura!

Leia Mais

Sarnicida para cachorro: qual utilizar

Existem três tipos de sarna que podem acometer os cachorros. Cada uma delas é provocada por ácaros distintos, que ocasionam sintomas diferentes. Portanto, precisam ser tratadas especificamente.

O primeiro tipo de sarna é chamado de sarna otodécica. Como o próprio nome sugere, essa sarna ataca as orelhas e ouvidos dos cachorros. É comum que haja coceira, vermelhidão e excesso de secreção nos ouvidos dos cachorros com essa sarna, que, se não for tratada com o sarnicida para cães adequado, pode levar ao surgimento de otite, uma inflamação.

O segundo tipo de sarna é chamado de demodécica. Essa doença, também conhecida como de sarna negra, é transmitida da mãe para os filhotes e não tem cura, mas pode ser controlada com o sarnicida para cachorro.

O terceiro e último tipo de sarna é chamado sarna sarcóptica ou escabiose. Essa é a mais comum e provoca coceira intensa, vermelhidão e erupções na pele, que podem se agravar, queda de pelo, perda de apetite e dificuldade para dormir.

A sarna vermelha pode ser transmitida dos animais para os seres humanos; portanto, é preciso tomar muito cuidado ao cuidar de um cachorro diagnosticado com a doença. Seus sintomas incluem coceira, vermelhidão e inchaço da pele. Esse tipo de sarna acomete o corpo inteiro do cachorro e provoca queda de pelo e descamação.

A escolha do sarnicida cachorro adequado depende do diagnóstico de que tipo de doença acomete o cachorro.

Como tratar o pet com sarnicida para cães

Uma vez feito o diagnóstico da doença, o tutor do cachorro precisa seguir à risca a orientação do médico veterinário sobre os remédios utilizados no tratamento, as dosagens e frequência com que devem ser administradas e a duração do tratamento.

Pode ser que o veterinário indique uma combinação entre sarnicida para cães comprimido e produtos de uso tópico, como shampoo, sabonetes e loções para dar banho no pet.

Atenção: não suspenda o uso dos medicamentos quando o cãozinho começar a melhorar para evitar que a doença volte ainda mais intensa!

Em média, o tratamento contra sarna dura de quatro a cinco semanas, mas essa previsão pode mudar de acordo com o quadro do cãozinho. No caso da sarna negra, o tratamento consiste em controlar a doença para que ela não se manifeste, pois, quando está ativa, ela pode até causar a morte do animal.

Como prevenir sarna em cachorro

A prevenção à sarna negra, por ser hereditária, consiste na castração das fêmeas diagnosticadas com a doença. Já a sarna otodécica e a sarna sarcóptica podem ser prevenidas com hábitos de higiene e limpeza consistentes e regulares, e com o isolamento dos animais adoecidos até que o tratamento esteja concluído.

Se você tem mais de um pet e um deles está com um tipo transmissível de sarna, isole-o dos demais até ter certeza de que não há mais possibilidade de transmissão. Faça a higiene dos itens de uso individual do cachorro, como caminha, cobertores, almofadas, brinquedos, comedouro e bebedouro.

O ambiente deve ser mantido limpo com produtos próprios para uso veterinário. A escolha de antiparasitários adequados à idade, peso e fase da vida do seu cachorro também é fundamental.

Faça visitas periódicas ao médico-veterinário e, em caso de suspeita, procure um profissional para oferecer o tratamento adequado.

Cuidados no uso de remédio para sarna em cachorro

Se o seu cachorro está se coçando sem parar, não faça o diagnóstico de sarna por conta própria. O uso de sarnicida cachorro não deve ser feito sem a indicação do médico veterinário, pois, além de não resolver o problema do seu pet, pode provocar muitos outros.

Existem inúmeras causas possíveis para explicar a coceira, que vão desde infestações por pulgas e carrapatos até reações alérgicas aos componentes de uma ração, passando por produtos de limpeza inadequados e até pelas plantas da casa.

Por isso, sempre que observar alguma mudança de comportamento no seu cãozinho, converse com o médico veterinário que faz o acompanhamento dele e relate o que você viu. Além do exame clínico no consultório, pode ser necessário fazer algum exame complementar, mas pelo menos você terá certeza de que o tratamento indicado será o correto.

Cuidados gerais com cachorros

Assim como acontece conosco, uma boa qualidade de vida pode contribuir muito para que os cães se mantenham com a imunidade em dia, ficando menos suscetíveis aos diversos tipos de doenças e distúrbios de saúde que podem acometê-los.

Oferecer uma ração de qualidade, garantir uma rotina de passeios e brincadeiras que estimulem o cachorro física e mentalmente, além de assegurar que ele tome todas as vacinas e preservar a higiene e a organização da casa ajudam muito.

Cuide bem do seu cachorro, ele merece!

Fechar

Sarnicidas e Ectoparasitas

Produtos encontrados: 12 Resultado da Pesquisa por: 6 ms

Itens por página:

Produtos selecionados para comparar: 0Comparar

Produtos encontrados: 12 Resultado da Pesquisa por: 6 ms

Itens por página:

Produtos selecionados para comparar: 0Comparar

Voltar ao topo

A Cobasi e os cookies: a gente usa cookies para personalizar anúncios e melhorar a sua experiência no nosso site.
Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.