Antiparasitários para cães

Os antiparasitários para cães estão entre os itens mais importantes nos cuidados com a saúde e bem-estar dos cachorros. Proteger nossos amigos peludos é uma grande demonstração de amor e cuidado com eles, e manter todo tipo de parasita o mais afastado possível dos pets é fundamental nesse processo.Leia Mais

Existem diversos tipos diferentes de antiparasitário para cachorro, então certamente você vai encontrar um modelo que se adapte bem ao seu pet e à sua rotina. Fique conosco até o final da leitura para entender melhor como funcionam esses medicamentos.

Antiparasitários para cães: para que servem

O antiparasitário cães tem como função principal manter uma série de parasitas bem longe do seu cachorro. É muito comum pensarmos em pulgas e carrapatos quando falamos em parasitas, mas existem diversos outros tipos, como a sarna e o verme do coração, que provocam doenças muito incômodas, que podem se tornar sérias e até mesmo fatais.

Existem dois grandes grupos de antiparasitários para cachorro: aqueles de uso tópico, ou seja, que são aplicados na pele do cachorro; e o antiparasitário para cães comprimidos, que são administrados pelo tutor ou pelo médico veterinário via oral para os cachorros.

Seja qual for o tipo de sua preferência, ou mesmo a combinação entre eles, o fundamental a saber é que existem doses diferentes para cada faixa de peso corporal dos cães. Isso significa que é preciso saber exatamente quanto seu cãozinho está pesando para conseguir oferecer doses de antiparasitário que sejam efetivas para ele.

As doses exatas são fundamentais para combater os parasitas na medida certa, sem que haja intoxicação pelo excesso da substância ou o efeito mascarado dos sintomas, que é muito comum quando doses abaixo do ideal são oferecidas para os cães.

Quando usar antiparasitários para cachorro

Os antiparasitários devem ser usados de maneira cíclica e preventiva. Isso quer dizer que, mesmo que não haja qualquer sinal de infestação por pulga, carrapato, sarna ou outros parasitas no seu cão, você deve aplicar o medicamento ou oferecer os comprimidos para continuar a preservar a saúde do seu cachorro.

Nos casos em que o médico veterinário constata a infestação por parasitas, os antiparasitários podem ser administrados como parte do tratamento, no combate aos novos vermes e aos ovos.

É importante lembrar que nem sempre as infestações parasitárias são óbvias, como nos casos em que o cão se coça bastante e tem mordidas na pele. Muitas doenças são silenciosas e acometem os órgãos internos do cachorro, podendo ser mais difíceis de diagnosticar e tratar.

Como os cães sempre dão sinais de que alguma coisa não vai bem, é preciso prestar atenção às alterações de comportamento que indiquem a presença de problemas. Vômito, diarréia, falta de apetite e prostração nunca são normais, e devem ser investigados o quanto antes.

Antiparasitários de uso externo X de uso interno

Os antiparasitários de uso externo são muito usados para combater pulgas, carrapatos, piolhos e sarna. É possível fazer a prevenção e o combate com coleiras que afastam os parasitas, substâncias líquidas que devem ser aplicadas diretamente na pele do cão ou ainda com antiparasitário para cães comprimidos.

Já os antiparasitários de uso interno, frequentemente chamados de vermífugos, são aqueles destinados a combater os parasitas que se alojam nos órgãos internos do cachorro, como o fígado, o coração e o intestino.

Existem vários tipos de parasitas internos. Entre os mais comuns, podemos citar o verme do coração, a giárdia e os coccídeos. Como cada um desses parasitas age de uma maneira, é preciso fazer um diagnóstico preciso do que acomete o cachorro para tratá-lo com eficácia.

O ideal é uma combinação entre um antiparasitário para cachorro externo e outro interno. Assim é possível ampliar a proteção ao cachorro que, juntamente com as vacinas, se torna ainda mais completa.

A importância da prevenção e da ação rápida

Como dissemos, a melhor maneira de proteger o cachorro dos parasitas é agir com antecipação. Garantindo que as vacinas estejam em dia, assim como a aplicação dos antiparasitários, é possível ter mais confiança de que seu cão não estará exposto durante os passeios nas praças e parques da cidade.

Mas como nem sempre é possível evitar que haja uma contaminação, é preciso estar atento aos sinais que o cachorro dá quando não se sente bem. Um tutor próximo e observador, que conhece seu cão, consegue perceber com mais rapidez qualquer mudança de comportamento que precise ser investigada.

A higiene da casa, especialmente dos locais por onde o cachorro circula, é fundamental tanto para prevenir quanto para combater uma infestação. Há muitos parasitas, como as pulgas, que colocam ovos no ambiente que vão demorar semanas até eclodir.

Por isso, quer você opte pelo tapete higiênico, pelo sanitário com grama sintética ou pelo jornal, faça diariamente uma limpeza completa do banheiro do seu cão. Não deixe de higienizar também, a cama, os cobertores e os brinquedos do pet, e evite compartilhar objetos de uso individual do cachorro com outros animais da casa.

Caso perceba qualquer coisa diferente no seu cachorro, mesmo que não consiga encontrar indícios de uma parasitose, procure o médico veterinário. Além de ser fundamental manter um acompanhamento regular do desenvolvimento do cão, o profissional de saúde é o único que poderá avaliar e investigar com segurança o que pode estar ocorrendo.

Situações em que há apatia e diarreia sanguinolenta devem ser investigadas com urgência, pois podem indicar doenças graves já em estágio avançado. Por isso, não espere! Seu melhor amigo peludo merece esse cuidado.

Fechar

Antiparasitário

Produtos encontrados: 15 Resultado da Pesquisa por: 6 ms

Itens por página:

Produtos selecionados para comparar: 0Comparar

Produtos encontrados: 15 Resultado da Pesquisa por: 6 ms

Itens por página:

Produtos selecionados para comparar: 0Comparar

Voltar ao topo

A Cobasi e os cookies: a gente usa cookies para personalizar anúncios e melhorar a sua experiência no nosso site.
Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.