Répteis

Quer ter um pet em casa, mas prefere um animal diferente? Existem cerca de sete mil espécies conhecidas de répteis em todo o mundo e algumas delas podem ser criadas em casa. No entanto, para criar esses bichos como pets você precisa dos produtos certos e aprender sobre cada uma das espécies.

Quer saber mais sobre répteis e como criá-los em casa? Nós ajudamos você a entender mais sobre esses bichinhos.

O que são répteis?

Os répteis são animais vertebrados que possuem uma característica muito interessante e que os torna tão diferentes para a criação doméstica. Eles são ectotérmicos, ou seja, não possuem um controle de temperatura como o nosso e precisam sempre se aquece. A pele desses animais também diferente. Ela costuma ser seca e revestida por escamas, sendo extremamente resistente.

Existem répteis machos e fêmeas e a maioria deles é ovípara. Isso que dizer que o embrião se desenvolve dentro de um ovo, que cresce fora da mãe.

É verdade que os répteis são animais muito diferentes de cães e gatos. Não têm pelos, não buscam a bolinha e alguns são até perigosos, mas mesmo assim, algumas espécies podem ser criadas em casa sem riscos ao tutor e ao animal. Você sabe quais são elas?

Tartaruga é réptil?

As tartarugas possuem sangue frio, escamas e colocam ovos. Essas são algumas das principais características que classificam um réptil. Sim. A tartaruga é réptil!

Essa espécie respira pelos pulmões e possui a pele bem seca e escamosa, se diferenciando dos anfíbios. O jabuti, por exemplo, é uma espécie de tartaruga que vive em ambiente seco. Eles podem chegar até 70 centímetros de comprimento e vivem dezenas de anos.

Quais répteis eu posso ter em casa?

Os chamados répteis domésticos são incríveis e relativamente fáceis de cuidar. Basta conhecer bem a espécie e ter todos os itens necessários. Um ponto extremamente importante é que para criar esses bichinhos, a sua compra deve ser feita de forma legalizada e documentada. Ao comprar um animal sem documentação você incentiva e colabora para exploração e até a extinção de diversas espécies.

Como existem diferentes espécies, o primeiro passo é entender quais são legalizadas e podem ser criadas em casa. Listamos as principais:

- Iguana Verde

- Jiboia Arco-íris do Cerrado

- Jiboia Arco-íris da Caatinga

- Jiboia Arco-íris da Amazônia

- Suaçubóia

- Tartaruga Tigre D'agua

- Jabuti-tinga

- Jabuti-piranga

- Teiú

Existem diretrizes do Ibama para determinar quais são as espécies silvestres e exóticas que podem ser criadas dentro de casa. Ainda assim, cada estado precisa oficializar, podendo existir diferenças de uma legislação para a outra. Antes de adquirir um réptil pesquise sobre as Leis do seu estado e verifique a documentação e registro do bichinho.

Após conhecer a espécie, é fundamental entender as características e necessidades do animal. Embora os répteis não precisem de passeios ou ir à pet shop, eles exigem diversos cuidados especiais, além de manutenção adequada para seus terrários e diversos acessórios.

O que é preciso para fazer um terrário?

O terrário, também conhecido como aquário ou viveiro para répteis, é o lar do seu animal. Ele reproduz o ambiente natural em que seu pet viveria, por isso, existem diversos itens que devem ser adquiridos para seu réptil ter a vida que merece!

Procure um terrário grande, já que esses animais costumam crescer bastante. Pense sempre no tamanho do animal adulto e em todos os itens que você terá que colocar dentro dele. O terrário tem o objetivo de reproduzir o habitat natural do bichinho, o que exige o controle da temperatura, da umidade e da iluminação. O intuito é imitar a exposição solar. Lembre-se que esses pets não possuem controle de temperatura e o ambiente em que vivem influencia muito no seu bem-estar. Qualquer necessidade que não seja atendida, pode causar sérios problemas de saúde no animal.

 

Itens como substrato, troncos, pedras, plantas e lâmpadas próprias são essenciais no terrário. Esses itens são indispensáveis e precisam ser de marcas confiáveis para manter a saúde e prolongar a expectativa de vida desses animais.

Alimentação dos répteis

Tartarugas, jabutis, cobras, lagartos... Assim como a variedade de répteis muda muito, sua alimentação e suplementação também. Algumas espécies se alimentam de insetos, outras são vegetarianas e outras ainda preferem pequenos mamíferos. Também existem aqueles que comem ovos, peixes e animais de outras espécies. Há aquelas que comem algas e sementes.

Cada réptil se alimenta de uma forma diferente. Por isso, é imprescindível conhecer os hábitos do seu animal e oferecer o alimento específico para ele.

Tocas e esconderijos

 

As tocas e esconderijos dos répteis permitem a observação do animal sem perturbá-lo. O material de vidro do terrário permite que o animal seja visto dentro da toca. Esse item também é essencial para a tranquilidade do bichinho, sendo comercializado de diferentes formatos e materiais. O importante é manter a sensação de refúgio, o que evita casos de estresse e o desenvolvimento de doenças.

 

Acessórios para criar répteis

Alguns acessórios também vão ajudar o novo tutor a adequar o espaço do réptil em casa. Fizemos uma lista de tudo o que você precisa para montar um terrário para seu pet. Confira:

- Comedouro

- Bebedouro

- Lâmpada

- Doca

- Troncos

- Carpete para terrário

Lembre-se que cada espécie possui uma necessidade diferente, por isso, é importante montar o terrário de acordo com a espécie do seu pet.

Os répteis são diferentes dos pets convencionais, que exigem itens como ração, areia higiênica e brinquedos para cachorro. A atividade dos tutores que escolhem por criar répteis é conhecida como herpetocultura, que é a manutenção ou cuidado com o animal.

 

Essa atividade pode ser realizada por pessoas de todas as idades, principalmente pela praticidade do cuidado. O trato diário com os répteis leva apenas alguns minutos diários e envolve a alimentação, limpeza e adequação da temperatura, iluminação e umidade. Além disso, esses animais não sofrem por falta do dono, como é comum em cães e gatos. Isso proporciona maior liberdade na rotina do tutor.

Infecção em répteis domésticos

Apesar de ser um pet que exige menos atenção, existe um cuidado que o tutor de répteis precisa ficar atento. Répteis estão sob risco de infecções bacterianas. Essas infecções podem ser transmitidas aos humanos, logo, é necessário que periodicamente o animal seja consultado por um especialista.

 

Aos tutores que têm idosos e crianças em casa, é importante manter o réptil dentro do seu habitat, evitando contatos mais diretos, exatamente pelo risco de infecção. A chance de infecções variam de acordo com cada espécie e deve ser avaliado pelo tutor antes da decisão de compra.

 

Como criar um réptil

Uma das espécies mais comuns são as iguanas, devido ao seu temperamento dócil. Ela facilmente interage com humanos e é extremamente dócil, até reconhecendo o seu dono.

Mesmo com o reconhecimento das pessoas, ela não irá atender pelo nome ou criar laços afetivos. Muito diferente do cão, é impossível domesticá-la.

 

Na natureza, as iguanas são presas de outros animais, a sua manipulação não pode ameaçá-la. É possível deixá-la subir pelos braços, como se fossem troncos de uma árvore. Essa experiência diminui o nível de estresse do animal sendo exposto durante esse manuseio.

 

Para aqueles que pensam em criar um réptil, mas ainda não tem muita certeza, é recomendável bastante leitura e pesquisa sobre as espécies. Essa é uma decisão impacta na rotina e no bolso. Ter um pet em casa, seja um cão, gato ou réptil, é uma grande responsabilidade!

Na Cobasi, você encontra tudo o que você precisa para cuidar de répteis com os melhores preços!

Fechar

Luzes e Aquecedores

Produtos encontrados: 89 Resultado da Pesquisa por: 7 ms

Itens por página:

Produtos selecionados para comparar: 0Comparar

Produtos encontrados: 89 Resultado da Pesquisa por: 7 ms

Itens por página:

Produtos selecionados para comparar: 0Comparar

Voltar ao topo

A Cobasi e os cookies: a gente usa cookies para personalizar anúncios e melhorar a sua experiência no nosso site.
Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.