Soma
Vigo Ar
Penn Plax
Boyu
Alcon

Cuidado na Criação de Peixes

Os peixes são fáceis de cuidar e não ocupam muito espaço. Por isso, são ideais para quem tem uma rotina bastante atarefada ou mora em um local pequeno. Além disso, a criação de peixes é bastante benéfica para crianças, pois ajuda a estimular o senso de responsabilidade e a compreender regras. As espécies de peixe são muitas, porém, independentemente do tipo escolhido, alguns cuidados são sempre essenciais. Confira:


Alimentação

Cada espécie tem necessidades nutritivas específicas, que precisam ser conhecidas para que o animal receba apenas o que lhe for adequado. Em determinados momentos, como na fase de reprodução, é aconselhável ficar alerta a outras fontes de alimento além da ração comum.


Água

Deve estar sempre limpa. Como os peixes retiram dela o oxigênio para respirar, recomenda-se instalar uma bomba de ar para garantir a oxigenação. É preciso atentar-se também à quantidade de cloro (por isso, nunca utilize água da torneira) e à temperatura, procurando fazer a reposição água na mesma temperatura da que já estiver no aquário.


Iluminação

O ambiente deve ser bem iluminado, mas a luz solar não é a mais indicada, porque pode incitar o nascimento exagerado de algas. O melhor é optar pela iluminação elétrica, que, além de oferecer o nível de luz apropriado, deixará seu aquário mais bonito e charmoso.


Espécies mais comuns para aquário

Um dos peixes mais procurados por quem tem aquário é o peixinho-dourado, que é fácil de ser reconhecido por sua coloração branca e laranja e pode viver por até 20 anos se receber os cuidados certos. Se quiser um espécime que ofereça mais praticidade, opte pelo peixe-palhaço, o qual ajuda na limpeza do aquário, atuando como “limpa-fundos”, e acaba com caracóis que podem surgir entre os objetos decorativos.

Há também diversas espécies para quem prefere peixes bem coloridos, que deixam o aquário ainda mais bonito e encantador. Entre elas, estão o Guppy, chamado de lebiste ou barrigudinho, que é muito resistente, exibe uma cauda bastante chamativa e se reproduz com facilidade; o peixe Betta, conhecido como peixe-de-briga, cujas cores são fortes e atrativas; o peixe telescópio, que tem olhos arregalados, corpo roliço e barbatana caudal dupla e é bem sensível; e o Colisa, o qual é colorido e pouco exigente quanto aos cuidados.

Antes de comprar os peixes, procure conhecer o comportamento e as necessidades de cada um. Para ter um aquário bonito e tranquilo, consulte um especialista para obter orientações sobre quais espécies conseguem conviver harmoniosamente dentro do espaço planejado.