Assinantes Cobasi ganham + 10% OFF em todo site. Eu quero!

Assinantes ganham + 10%OFF Clique!

Imagem-perfil-raca

Rodésia

O Rodésia: cuidados, origem e curiosidades

Um cachorro de grande porte que pode ser seu companheiro e seu cão de guarda, venha conhecer o Leão da Rodésia aqui na Cobasi!Saiba Mais
Tamanho
Imagem-tamanho-raca

61cm a 69cm

Peso

35kg - 42kg

Pelagem

Sua pelagem que possui uma crista nas costas que são formadas por pelos que correm na direção oposta do resto dos pelos do corpo, formando quase que um moicano. As cores aceitas da pelagem são os tons avermelhados, podem ser mais esbranquiçados em algumas áreas como nas patas e no peito. Seus pelos são curtos, grossos e sempre brilhantes, não costumam soltar muito pelo, especialmente os que vivem dentro de casa.

Característica
  • Disposição para atividade

  • Respeito ao tutor

  • Intelecto e memória

  • Territorialismo

  • Amor ao tutor

  • Latido

  • Paciência com crianças

  • Receptividade com outros pets

Escolha produtos para seu pet

Clique na imagem abaixo para comprar

coleção vtex

A origem do Rodésia

Seu surgimento aconteceu nos séculos 16 e 17, quando os europeus emigraram para a África do Sul levaram alguns exemplares de cachorros como o Dogue Alemão, Mastiff e alguns tipos de cães Terrier, entre outros. Enquanto os nativos da região possuíam cães de caça meio selvagens.

A partir do cruzamento, quase que natural, entre esses cães europeus e o cão nativo da África do Sul, nasceram os progenitores da raça. Logo foram levados até Rodésia para ajudar na caça de leões e a partir daí surgiu seu nome atual.

Por ser um ótimo cão de guarda, de caça e com um ótimo porte físico o Rodésia foi levado para a Inglaterra e para os Estados Unidos onde acabou se popularizando bastante por seus aspectos físicos.

Características físicas do Rodésia

Também conhecido como cão leão, por seu porte físico, e por se ater a caça de leões antigamente, os cachorros da raça Rodésia possuem um porte grande e chegam a pesar até 42kg, medindo entre 61cm e 69cm.

A principal característica da raça está em sua pelagem que possui uma crista nas costas que são formadas por pelos que correm na direção oposta do resto dos pelos do corpo, formando quase que um moicano.

As cores aceitas da pelagem são os tons avermelhados, podem ser mais esbranquiçados em algumas áreas como nas patas e no peito. Seus pelos são curtos, grossos e sempre brilhantes, não costumam soltar muito pelo, especialmente os que vivem dentro de casa.

O comportamento do Rodésia

Com seu porte grande, pode ser um pouco difícil de criar um cachorro da raça Rodésia dentro de um apartamento, mas ele se adapta bem desde que mantenha um alto nível de exercícios físicos e mentais. Idealmente vivem nos quintais cercados.

Eles não gostam de ficar sozinhos, e isso pode deixar o cachorro bastante estressado e até mesmo um pouco agressivo. Por conta da sua hereditariedade como cão de caça, ele precisa de um treinador rígido e paciente para conviver bem com a família.

Apesar de seu espírito caçador é muito leal a sua família, por isso busca sempre protegê-la e estar por perto. Quando treinado e adestrado desde quando é um Rodésia filhote terá, sem dúvidas, boa convivência com toda a família e com as crianças.

A saúde do Rodésia

Os cachorros Leão da Rodésia possuem algumas predisposições a doenças, como a maioria das raças. Ao adotar um cachorro dessa raça, procure estar sempre atento ao seu caminhar, que pode indicar problemas de displasia na coxa ou nos ombros.

Outro problema de saúde suscetível ao cachorro Rodésia é a dermite, uma doença de pele que pode causar problemas neurológicos. Por isso é bastante recomendado visitas regulares ao veterinário e cuidados com sua pelagem e alimentação. Eles costumam viver até 11 anos.

Imagem-raca-meio

Curiosidades sobre o Rodésia

Um livro lançado em 1857, por David Livingstone, é uma das primeiras documentações que se tem sobre o cachorro da raça Rodésia. O best-seller conta a história do autor explorando a África do Sul, ele ficou conhecido como o primeiro homem branco a visitar regiões do continente africano.

A tribo que criava o antecessor do cachorro Rodésia, se chamava Khoikhoi, e foi desse cachorro selvagem que eles criavam que hoje temos a principal característica da raça que é a pelagem inversa nas costas, formando o moicano.

Voltar ao topo