Fantasia para cachorro

Cada vez mais tutores vêm apostando na fantasia para cachorro como forma de expressão e para demonstrar toda a sua afinidade com os cãezinhos! Se você quer começar a escolher fantasia de cachorro para o seu companheirinho peludo mas não sabe por onde começar, nós podemos te ajudar.Leia Mais

Continue a leitura para saber tudo sobre o assunto e o que levar em consideração ao comprar fantasia de cachorro para o seu pet.

Fantasia para cachorro: estilo e diversão

A fantasia para cachorro é um acessório divertido e que pode ser utilizado por cãezinhos de todos os portes e idades. E você não precisa ser fã de Carnaval para fantasiar o seu cachorro! Existe fantasia de halloween para cachorro e roupa de dinossauro para cachorro, entre muitas outras opções, para deixar seu peludinho mais fofo ainda.

O mais importante ao escolher a fantasia para cachorro ideal é considerar o tamanho da roupa, o material de que ela é feita e como acontece a fixação no corpo do cãozinho. Vamos começar pelo tamanho: uma fantasia grande demais pode tornar difícil e estressante a locomoção do seu cãozinho, e acabar fazendo com que ele não goste muito da ideia de se fantasiar.

Além disso, a fantasia de cachorro precisa deixar seu cãozinho totalmente livre para fazer suas necessidades fisiológicas. Se a fantasia não estiver posicionada adequadamente, pode ficar com vestígios de xixi e cocô, que por si só já são bem desagradáveis, e acabar provocando outros desconfortos para o seu cão, como infecções por fungos e bactérias.

Por outro lado, uma roupa pequena demais vai apertar o corpinho do seu cachorro e deixá-lo bem irritado. Para evitar problemas, confira as orientações do fabricante sobre o tamanho da fantasia e, se possível, faça um “test drive'' antes de optar pelo uso.

Material da fantasia para cachorro

O material de que é feita a fantasia de cachorro varia bastante. Os tecidos naturais, como o algodão, costumam ser mais agradáveis ao toque e por isso enfrentam menos resistência dos cachorros na hora de vestir. Já os tecidos sintéticos precisam ser observados com cautela, pois podem provocar alergias diversas e coceiras sem fim.

As fantasias normalmente tem adereços para a cabeça, o pescoço e até as patas. Nesses casos, é preciso critério e muito bom senso: se o cão apresentar qualquer desconforto, não insista. Vale mais a pena tirar o acessório do que deixar o cachorro aborrecido naquele que deveria ser um momento divertido para vocês dois.

É preciso avaliar a segurança também dos acessórios, pois muitos são frágeis e podem ser roídos ou engolidos com facilidade. Faça o teste: coloque a fantasia de cachorro no seu peludo e observe como ele se comporta. Se houver possibilidade de comer alguma parte da roupa, é melhor tirar.

Tipos de fantasia de cachorro

Quando a fantasia para cachorro começou a aparecer, os principais modelos eram voltados para o Carnaval. Muitos tutores empolgados saem para festejar combinando suas roupas com as dos cãezinhos, o que certamente é muito divertido! Com o passar do tempo, a fantasia para cachorro alcançou o patamar de acessório de estilo, e atualmente é possível ver cãezinhos fantasiados mesmo para uma rotineira voltinha na praça, por exemplo.

Há uma diversidade enorme nas fantasias para cachorro disponíveis no mercado. Desde as mais tradicionais, como bailarina, pirata e bombeiro, até os super-heróis mais famosos do mundo. Existem, ainda, as fantasias que dispensam ocasião especial para serem usadas, como as de bichinho, que incluem roupa de dinossauro para cachorro, formiga, abelhinha, ursinho etc.

É cada vez mais comum, também, que as roupas de frio para cachorro recebam estampas diversas que lhes dão ares de fantasias. A imaginação é o limite!

Cuidados no uso da fantasia de cachorro

Assim como qualquer acessório a ser utilizado pelo seu cãozinho, a fantasia para cachorro precisa ser introduzida aos poucos na rotina do pet. Comece com poucos minutos por dia e vá aumentando gradativamente de acordo com o comportamento do seu cão.

Quanto melhor ele aceitar a fantasia, mais tempo poderá ficar com ela, até que o seu uso se torne natural. Você pode usar palavras de incentivo, carinho e petiscos para tornar essa adaptação mais fácil, mas deve observar as reações do seu cãozinho para ter certeza de que ele está curtindo usar a fantasia tanto quanto você.

Limpeza e manutenção da fantasia de cachorro

Com relação à higiene da fantasia, devem ser adotados os mesmos cuidados que você dedica aos demais objetos do seu cãozinho. Uma lavagem completa quando a fantasia de cachorro estiver suja, ou uma limpeza mais superficial com pano úmido devem ser feitas sempre que necessário. Não esqueça de usar sempre produtos adequados para o uso veterinário, pois assim você não expõe seu cãozinho a substâncias que podem ser tóxicas para ele.

Verifique a fantasia para ter certeza de que não existem partes soltas que possam ser engolidas, buracos e linhas descosturadas que possam se enroscar no corpo do cão e machucá-lo. Faça os consertos sempre que for possível e, se não for, separe a peça para descarte.

Pontos de atenção no uso da fantasia de cachorro

Uma vez que seu cãozinho esteja adaptado ao uso da fantasia, você pode sair com ele para passear sem problemas. Só não esqueça de avaliar o uso da coleira e da guia, que não podem ficar comprometidos, e não deixe de colocar uma placa de identificação com seu nome e telefone de contato. Assim, caso haja qualquer imprevisto, você tem grandes chances de se reunir novamente com o seu cãozinho sem maiores problemas.Fechar

Fantasias

Produtos encontrados: 43 Resultado da Pesquisa por: 5 ms

Itens por página:

Produtos selecionados para comparar: 0Comparar

Produtos encontrados: 43 Resultado da Pesquisa por: 5 ms

Itens por página:

Produtos selecionados para comparar: 0Comparar

Voltar ao topo

A Cobasi e os cookies: a gente usa cookies para personalizar anúncios e melhorar a sua experiência no nosso site.
Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.