Colar elizabetano

O colar elizabetano é um acessório usado para evitar que cães e gatos mordam, cocem ou mexam em ferimentos e curativos pelo corpo. Popularmente chamado de cone ou abajur, o item ajuda na recuperação de cirurgias ou de machucados. Continue a leitura para descobrir como escolher o tamanho e o material ideais. Leia Mais

Lamber ferimentos é algo natural para os animais. Eles fazem isso para auxiliar na cicatrização e manter a ferida limpa. Isso pode até funcionar na natureza, mas o ideal é que sejam usados medicamentos e curativos. Para isso, é importante impedir que o pet tenha acesso ao local e o colar elisabetano é um grande parceiro.

O que é um colar elizabetano?

O colar elizabetano é um acessório que contorna a cabeça do animal impedindo que ele alcance o corpo com o focinho ou a cabeça com as patas. Apesar de parecer incômodo, o item não machuca o pet.

Recomendado para uso pós-cirúrgico, em casos de ferimentos em tratamento e alergias, o colar evita lambidas e mordidas durante a cicatrização. Isso evita que o animal retire pontos de cirurgia, remova curativos e impeça a ação de medicamentos tópicos.

Mas por que se chamar colar elisabetano? Ele possui esse nome por causa da rainha Elizabeth I. Durante a infância da rainha da Inglaterra e da Irlanda, ela usava um item parecido para não mexer nas unhas dos pés. E assim surgiu esse curioso e útil item.

Por que colar elizabetano?

O acessório deve ser usado para impedir que cães e gatos agravem ferimentos ou impeçam que eles cicatrizem corretamente. Entre os usos mais comuns está o pós-cirúrgico para impedir que os pets removam os pontos.

Outra utilização comum é no caso de ferimentos no corpo ou na cabeça. Enquanto o colar elisabetano impede que o pet morda partes do corpo, ele também não permite que ele coce a cabeça. O item ainda serve para casos de alergia em que o animal se coça demais provocando ferimentos.

Qual o melhor colar elizabetano?

Na Cobasi, você encontra uma grande variedade de tipos de colares elisabetanos. Uma das grandes questões sobre o instrumento é se ele realmente é confortável ao animal, pois é muito comum que o pet fique agitado após vestir o colar. 

Para oferecer mais conforto e segurança, separamos os principais tipos. O colar elisabetano de tecido é bastante confortável por ser mais maleável e leve. Ele permite uma melhor movimentação durante o dia e mais conforto na hora do sono. No entanto, ele também é um pouco menos eficaz e alguns animais consegue se lamber mesmo com a sua utilização. Outra opção que leva o conforto em primeiro lugar é o colar elizabetano de espum.

As opções mais adequadas para animais agitados ou muito fortes são aquelas de plástico ou polipropileno. Além de resistentes, são leves, funcionais e firmes.

Dicas para o uso

O colar elizabetano mesmo em diferentes modelos apresenta um certo incômodo no animal, isso é inevitável e o seu uso também. Para tornar a experiência mais tolerável e menos incômoda separamos algumas dicas.

A primeira é escolher o tamanho ideal para o pet. Isso é importante tanto para o acessório fornecer conforto, quanto para o animal não tirar o colar. Para escolher o tamanho certo, a base deve ficar ajustada à coleira de pescoço e o comprimento deve ultrapassar a ponta do nariz do animal.

É inevitável! Até o pet se acostumar, ele vai trombar com tudo. Abra espaço na casa para seu cão ou seu gatinho se locomoverem com mais facilidade. Por fim, dê muito carinho e atenção. Ele está com o colar elisabetano porque não está bem de saúde e o acessório ainda torna a rotina mais desconfortável. Não custa nada encher seu pet de mimos!

Como usar o colar elisabetano

Alguns colares elizabetanos possuem fechos e são ajustáveis, logo esses modelos não devem ser deslizados sobre a cabeça do animal. O correto é abrir o produto, prender na coleira de pescoço do pet, ajustar e fechar.

Fizemos um passo a passo para você aprender como usado o item.

-Remova a coleira de pescoço do animal e passe-a nas alças do colar elizabetano;

-Prenda a coleira com o colar elizabetano no pescoço do animal e feche de forma ajustada;

-Feche o colar com os botões ou o fecho e pronto!

Embora o animal passe alguns dias desconfortável, o tutor deve lembrar que o uso do colar após cirurgias e durante o tratamento de machucados é uma forma de cuidado.

Fechar

Colar Elizabetano

Produtos encontrados: 2 Resultado da Pesquisa por: 4 ms

Itens por página:

Produtos selecionados para comparar: 0Comparar

Produtos encontrados: 2 Resultado da Pesquisa por: 4 ms

Itens por página:

Produtos selecionados para comparar: 0Comparar

Voltar ao topo

A Cobasi e os cookies: a gente usa cookies para personalizar anúncios e melhorar a sua experiência no nosso site.
Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.