Osso para cachorro

O osso para cachorro é um dos brinquedos favoritos dos peludos e fica entre os mais procurados pelos tutores para agradar, distrair e cuidar dos seus pets.Leia Mais

Existem vários tipos de osso de cachorro, feitos com materiais diferentes, que podem ajudar muito a manter os dentes dos cães limpos e livres de placa bacteriana e tártaro, além de preservar os móveis e objetos da casa.

Há alguns ossinhos de cachorro, no entanto, que não são recomendados para o consumo dos cães e podem até oferecer riscos para a saúde deles.

Vamos falar um pouco mais sobre esse e outros assuntos neste texto, para ajudar você a escolher o melhor osso para o seu cachorro. Fique com a gente até o final da leitura para descobrir!

Tipos de osso para cachorro

Atualmente é possível encontrar todo tipo de ossinho para cachorro em pet shops e lojas especializadas como a Cobasi.

Vamos começar pelo osso natural para cachorro: esse tipo de petisco é feito com partes de bois ou porcos, como o fêmur ou a patela, que passam por um processo específico de preparação que os torna adequados ao consumo dos cães.

Em alguns casos, o osso passa por um processo adicional de preparo, que garante ainda mais sabor ao produto, e gera o osso defumado para cachorro.

Outras partes do boi e do porco também podem ser oferecidas para os cachorros, como as orelhas e os cascos, mas deve-se sempre optar pelos produtos próprios para consumo veterinário.

Isso é importante porque oferecer osso natural para cachorro não é o mesmo que pegar um osso de uma carne preparada na sua cozinha e dar para o pet roer. Os ossos que sobram do cozimento da comida para os seres humanos soltam lascas que podem ferir a boca dos cachorros e até se alojar em sua garganta, causando sérios danos.

Na categoria dos ossos naturais, estão também aqueles preparados com ingredientes de origem vegetal. Esse tipo tem o aspecto bastante parecido com o antigo osso de couro, que não é adequado para o consumo dos cães por uma série de motivos que veremos logo adiante.

Na categoria de petiscos naturais, também estão as cartilagens, como as orelhas bovinas e suínas, e os cascos bovinos, que, depois do tratamento adequado, podem ser oferecidos aos cães com segurança.

Quando oferecer ossos para cachorro

Você pode oferecer osso para cachorro roer durante toda a vida do pet, desde que ele já tenha passado pela troca da dentição. Os médicos veterinários, de maneira geral, não recomendam oferecer osso para cachorro filhote para evitar que seus dentinhos frágeis fiquem comprometidos.

A escolha do tamanho do osso mais adequado para o seu cachorro deve levar em conta o seu porte, o tamanho da mandíbula e também a sua força. Oferecer ossos pequenos para cachorros grandes e gigantes pode fazer com que o pet engula o osso inteiro, ou grandes partes dele, e oferece risco de sufocamento.

Por outro lado, oferecer ossos muito duros, feitos para cachorros com a mordida forte, para cãezinhos mais frágeis e com a mandíbula menor pode tirar o interesse do pet no brinquedo, já que, além de não conseguir carregá-lo, ele vai demorar demais a perceber o efeito das suas mordidas no osso.

Perigos do osso de galinha para cachorro

Falamos anteriormente sobre o osso de boi para cachorro, que, assim como os ossos suínos, podem ser preparados de maneira adequada a serem consumidos pelos pet.

Já não podemos dizer o mesmo do osso de galinha para cachorro. Como são menores e mais frágeis, os ossos de frango são facilmente quebrados, mesmo pelos menores cãezinhos, e as lascas que se soltam oferecem grande risco para eles. Em muitos casos, o cachorro engole até o osso inteiro, podendo ficar com ele atravessado na garganta.

Os ossos de frango crus apresentam riscos ainda maiores, pois contêm uma série de bactérias que podem colocar a vida do cachorro em perigo. Não arrisque, e se você tem um cachorro em casa, tome bastante cuidado para que ele não mexa na lixeira.

É seguro ou não dar osso de couro para cachorro?

Você já deve ter visto em algum lugar que osso para cachorro faz mal, não é? Pois agora vamos ajudar a esclarecer essa questão.

Existem alguns tipos de osso de couro, ou osso de pele, que na verdade são preparados com diversos produtos químicos resultantes da indústria têxtil.

Esses ossos não são próprios para os cachorros porque não são digeríveis, e há enormes chances de se transformar em um grande chiclete obstruindo as passagens do estômago e do intestino do pet.

Em vez de oferecer ossos desse tipo para o seu cão, você pode investir nos ossos de nylon, por exemplo, muito mais resistentes e seguros para o seu cachorro. Existem, também, os ossos e palitinhos que ajudam a limpar os dentes dos cachorros. Aqui na Cobasi, tem de tudo para o seu pet!

Cuidados gerais com osso para cachorro

Além da adequação do tamanho do osso ao tamanho do pet, é preciso supervisionar seu cãozinho sempre que ele estiver roendo um osso ou qualquer outra coisa, pois, como sempre dizemos aqui na Cobasi, não existem brinquedos indestrutíveis!

Sempre que um osso apresentar uma parte solta que possa ser roída e engolida pelo cachorro, faça a remoção para que ele não corra um risco desnecessário e acabe se machucando.

Os brinquedos com espaço interno para colocar bolinhas de ração seca, ração úmida ou petiscos devem ser limpos em água corrente toda vez que o cachorro acabar de consumir a guloseima.

Assim, além de prevenir a aproximação de insetos desagradáveis, você evita a proliferação de bactérias e fungos que vão se aproveitar dos restos de alimento e da umidade da saliva do cachorro.

Fechar

Ossinhos e Petiscos

Produtos encontrados: 1 Resultado da Pesquisa por: 4 ms

Itens por página:

Produtos selecionados para comparar: 0Comparar

Produtos encontrados: 1 Resultado da Pesquisa por: 4 ms

Itens por página:

Produtos selecionados para comparar: 0Comparar

Voltar ao topo

A Cobasi e os cookies: a gente usa cookies para personalizar anúncios e melhorar a sua experiência no nosso site.
Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.