Mala para cachorro

A mala para cachorro está cada vez mais na rotina dos tutores de pet, especialmente daqueles que não abrem mão de viver aventuras ao lado dos companheirinhos peludos, que gostam de sair da cidade aos fins de semana ou mesmo de férias levando consigo os seus queridos cachorros.Leia Mais

Arrumar uma bolsa de viagem pet não é complicado e pode se tornar uma atividade muito divertida! Para saber como, fique com a gente até o final da leitura.

Quando usar uma mala para cachorro

Nós começamos esse texto falando sobre o uso da mala de viagem para cachorro nas aventuras e viagens de fim de semana, mas a verdade é que esse utensílio é muito mais versátil do que parece.

A mala de cachorro pode organizar os pertences do seu pet para uma tarde na creche, para alguns dias na casa dos avós quando você estiver fora, para uma estadia mais prolongada na clínica ou hospital veterinário, em virtude de um procedimento de saúde e, claro, para as viagens ao lado do tutor.

Alguns tutores utilizam a mala de viagem para cachorro até mesmo dentro de casa, para organizar todos os brinquedos para cachorro e acessórios do pet em um único lugar, e fazer um rodízio semanal entre eles. Ótima ideia, não é?

Como escolher a mala de cachorro

O segredo para escolher a mala de viagem para cachorro adequada é considerar o destino e o tempo de duração dessa viagem, além das atividades que serão realizadas quando se chegar lá.

Vamos ver um exemplo: se você vai fazer uma viagem de uma semana para um local com várias praias, a bolsa de viagem pet precisa ter protetor solar para garantir que seu cãozinho fique seguro dos raios solares. Mas alguns outros itens, como lenço umedecido e até colete salva-vidas, podem tornar a experiência mais prática e segura.

Por outro lado, se o destino for um local frio e com neve, as roupas para cachorro e os casacos para cachorro são imprescindíveis, mesmo que você seja tutor de um cãozinho bastante peludo.

Por isso, tente fazer uma analogia entre o que você vai levar na sua própria mala e pense se não é o caso de levar para o seu cachorro também. Não precisa exagerar, mas é bom levar de casa os itens que são mais difíceis de serem substituídos ou encontrados em lojas locais do seu destino de viagem.

O que não pode faltar na mala de viagem para cachorro

Quando pensamos na alimentação dos peludos, o bebedouro e o comedouro não podem faltar na mala. Existem versões portáteis que facilitam muito a organização dos tutores que viajam com seus pets e que ocupam pouquinho espaço na bagagem.

Já no quesito conforto, um bom cobertorzinho trazido de casa pode ajudar até mesmo os pets mais desconfiados a relaxar. E você não precisa levar a caminha do pet, mas pode investir em um colchonete do tipo enrolável, que não ocupa espaço quase nenhum na mala e deixa o ambiente mais acolhedor para o cão.

Um ou dois brinquedos favoritos também precisam estar na bagagem, assim como o petisco que o cachorro mais gosta. Isso pode ajudar a tornar a experiência mais tranquila, caso o seu cãozinho não seja um viajante experiente.

A coleira, seja peitoral ou de pescoço, a guia e a plaquinha de identificação são fundamentais. Não saia de casa sem elas, especialmente se for viajar! Ambientes novos podem ser desafiadores para os cachorros e é mais seguro mantê-los perto de você, caso queiram fugir.

Se o seu cachorro estiver tomando alguma medicação regularmente, não esqueça de colocar o bastante para o período que estiver fora de casa. Vale a pena levar uma quantidade extra, para o caso de o cachorro cuspir ou de algum comprimido se perder, por exemplo.

Se a alimentação for específica, do tipo ração medicamentosa, não deixe de colocar na bolsa de viagem pet e procure saber se é possível comprar mais no destino da viagem. Assim você não precisa carregar tanto peso, e garante ao menos o bastante para as primeiras refeições do seu cachorro.

Dicas para organizar a mala para cachorro

Coloque no fundo da mala os itens de uso menos frequente, e deixe na parte mais acessível aqueles que você vai usar assim que chegar no destino de viagem ou, até mesmo, ao longo do caminho.

Leve itens de manutenção e limpeza, como saquinhos coletores de cocô, e não utilize produtos de higiene que não sejam apropriados para uso veterinário.

A maior parte dos locais que aceitam cães, como hotéis, pousadas e restaurantes, toma os cuidados necessários e faz a higiene do espaço regularmente, mas, como não é possível ter garantias, o melhor a fazer é proteger seu cachorro.

Antes de viajar, faça uma visita ao médico veterinário e converse com ele sobre precauções necessárias. Tenha certeza de que as vacinas estão em dia, assim como a proteção contra parasitas.

Não esqueça de incluir na rotina de passeios e atividades as pausas para que o peludo possa beber água, comer e fazer xixi e cocô, além de descansar um pouco. Ele vai seguir você onde for, então fique de olho para não sobrecarregar seu amigo.

Por fim, arrume as malas e aproveite bastante esses momentos ao lado do seu cãozinho, tire muitas fotos e curta cada segundo! Temos certeza de que será inesquecível para vocês dois.

Fechar

Mala

Produtos encontrados: 6 Resultado da Pesquisa por: 4 ms

Itens por página:

Produtos selecionados para comparar: 0Comparar

Produtos encontrados: 6 Resultado da Pesquisa por: 4 ms

Itens por página:

Produtos selecionados para comparar: 0Comparar

Voltar ao topo

A Cobasi e os cookies: a gente usa cookies para personalizar anúncios e melhorar a sua experiência no nosso site.
Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.