Coleira para cachorro

A coleira para cachorro pode dizer muito sobre você e seu peludo. Muito além de um acessório de segurança, que é utilizado para atrelar a guia durante os passeios, ela exprime a personalidade do tutor e do peludo.

Além de estar disponível em uma grande variedade de cores, tamanhos e materiais no site, no app e nas lojas da Cobasi, a coleira de cachorro também deve ser adequada ao porte, idade e fase da vida do peludo. Confira a seguir os principais tipos disponíveis na Cobasi!Leia Mais

Coleira para cachorro: tipos disponíveis na Cobasi

A coleira de cachorro pode ser do tipo tradicional, também chamada coleira de pescoço, ou coleira peitoral. O material e as características da coleira vão indicar se é um enforcador para cachorro, uma coleira antipuxão ou até mesmo uma coleira antipulgas para cachorro, por exemplo.

O peitoral para cachorro deve ser utilizado apenas nos pets que já estão acostumados a caminhar ao lado do tutor durante os passeios. Isso é importante porque esse modelo de peiteira cachorro oferece ainda mais tração para o cão. Por isso, se o seu cachorro arrasta você nos passeios, ele terá ainda mais facilidade de fazer isso com um peitoral para cães.

Peitoral para cachorro

Existem basicamente dois tipos de coleiras para cachorro que são usadas no peito do pet. O primeiro possui uma argola nas costas do peludo para fazer a ligação com a guia. Esse é um dos tipos de coleira para cachorro mais adotado pelos tutores de pets de grande porte, que costumam acompanhar atividades físicas como corridas e caminhadas.

Coleira anti-puxão

Já a coleira anti-puxão tem a argola para fixar a guia na parte de baixo do corpo do cachorro, entre o pescoço e o peito. O objetivo é desviar o corpo do cachorro para os lados sempre que ele tentar puxar o tutor. Assim, com o tempo o cão fica desencorajado e entende que é melhor caminhar ao lado do humano.

O peitoral anti-puxão pode ser usado por pets de todos os tamanhos e raças, e podemos dizer que vai desde uma coleira para shih tzu até uma coleira para pastor alemão. Tudo depende do seu objetivo e do que o seu pet precisa.

Enforcador para cachorro

Apesar do nome, esse tipo de coleira não machuca o cachorro, mas sim faz uma pressão incômoda no pescoço do pet para ensiná-lo a não puxar. É ideal para cachorros muito fortes, especialmente os que estão em fase de adestramento.

É fundamental que o enforcador seja posicionado na parte alta do pescoço, logo onde termina o crânio do cão. Assim você garante que não está fazendo nenhuma pressão inadequada na traqueia do cachorro.

Esse tipo de coleira é altamente recomendado para tutores experientes ou que estão sendo auxiliados por um adestrador profissional. Leigos podem provocar lesões no cachorro, mesmo sem querer. Em caso de dúvidas, consulte sempre o médico veterinário.

Coleira do tipo cabresto

Muito parecida com uma focinheira, é um modelo de coleira que fica presa ao focinho do pet. Ela não impede que o cachorro beba água, coma, respire normalmente e até que solte latidos.

Sua função é facilitar a correção do rumo do cachorro, quando ele começar a puxar em uma direção diferente da que o tutor está seguindo, ou quando estiver indo rápido demais, arrastando o tutor.

Coleira para cachorro de grande porte

Ainda que tenhamos falado sobre a personalidade e o comportamento de um cachorro não estar necessariamente ligado ao seu tamanho, algumas decisões são consideradas bom senso quando o assunto é o passeio com cães.

Nesse sentido, quanto maior for o cachorro, mais curta deve ser a guia dele. Isso não quer dizer que ele vá atacar alguém, mas as pessoas tendem a se assustar com cães muito grandes. Assim, basta um movimento mais brusco para disparar um comportamento inesperado no seu cão. É sempre melhor prevenir.

Coleira para cachorro filhote

Os cãezinhos que estão começando a aprender a passear na rua precisam ser mantidos mais perto do tutor. Assim eles vão entender o que se espera deles, quais os comportamentos adequados e inadequados, e podem ser recompensados até mesmo com um petisco, como parte de um adestramento baseado em técnicas de reforço positivo.

Escolha uma coleira para cachorro que se adapte ao tamanho do filhote, de preferência compreendo a fase de crescimento em que ele estiver no momento e a próxima. Assim vocês dois terão tempo para se adaptar, fazendo as trocas quando for necessário.

Uma dica importante é praticar bastante com o filhote em casa antes de sair com ele para passear na rua. Assim, ele já vai estar mais acostumado com a coleira em torno do pescoço ou do peito, e também com a necessidade de andar ao seu lado, sem puxar ou correr.

Tudo é uma questão de prática e de hábito: quanto antes você começar a treinar seu cachorro, mais rápido ele irá aprender e agir de acordo com o que você espera dele. Depois de feito o processo de adaptação da coleira, faça o mesmo com a guia.

Apesar de ser fofinho, corrija seu cão quando ele começar a morder a guia, para que esse não se torne um problema mais sério quando ele estiver adulto.

Coleiras para cães: como escolher

A medida da coleira precisa ser adequada ao porte, idade e fase da vida do cachorro e, especialmente, ao seu comportamento. Você não precisa escolher um enforcador como se esse fosse o padrão de coleira para cachorro grande, por exemplo.

Um cão de porte médio, grande ou gigante nem sempre vai representar uma ameaça. O mais importante é que o pet seja bem socializado desde pequeno, que interaja com outras pessoas e animais e compreenda o seu tamanho, de maneira a não machucar ninguém (mesmo sem querer), ao chamar para brincar, por exemplo.

Já uma coleira para cachorro pequeno deve levar em conta, especialmente, a possibilidade de o peludinho se soltar e acabar fugindo. Algumas raças de cachorro são muito magrinhas, e podem escapulir por uma coleira de pescoço simples.

Se o seu pet não está acostumado aos passeios, se fica com medo dos carros, das pessoas e dos outros animais, invista em uma coleira peitoral adequada para o tamanho dele. Em paralelo a isso, investigue as causas do comportamento do peludo para que seja possível corrigi-lo o quanto antes. Um cachorro equilibrado é um cachorro feliz!

A importância da placa de identificação

Além da coleira e da guia, é fundamental que você coloque uma placa de identificação no seu cachorro, e que ela não seja retirada em nenhum momento, mesmo quando vocês estiverem em casa.

A placa de identificação contém nome e número de telefone do tutor, que facilita bastante a localização do cãozinho caso ele fuja, se perca ou seja roubado, por exemplo. Coloque a placa presa na coleira escolhida por você e fique mais tranquilo.

Na Cobasi você encontra todos os principais tipos de coleira para cachorro, peitorais e guias. Navegue no site, no app ou visite uma de nossas lojas físicas e aproveite nossas ofertas!

Fechar

Coleira

Produtos encontrados: 4 Resultado da Pesquisa por: 5 ms

Itens por página:

Produtos selecionados para comparar: 0Comparar

Produtos encontrados: 4 Resultado da Pesquisa por: 5 ms

Itens por página:

Produtos selecionados para comparar: 0Comparar

Voltar ao topo

A Cobasi e os cookies: a gente usa cookies para personalizar anúncios e melhorar a sua experiência no nosso site.
Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.